Pela criação do Refúgio de Vida Silvestre da Lagoa do São Bento, no Barroco, Maricá

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Nós, cidadãos abaixo-assinados, solicitamos ao prefeito de Maricá, Fabiano Horta, a criação do Refúgio de Vida Silvestre da Lagoa do São Bento, no Barroco, município de Maricá.

A criação desta unidade de conservação municipal protegerá tal corpo hídrico, que tem grande importância do ponto de vista ambiental, ecológico, paisagístico, cultural e social para o bairro, a cidade e a própria região onde se insere.

Isso porque, entre outras razões, a Lagoa do São Bento: (1) proporciona serviços ambientais inestimáveis (como contenção de enchentes), (2) abriga espécies ameaçadas de extinção (como o peixe-das-nuvens, o ipê-tamanco e a borboleta-da-praia) e (3) propicia o lazer, o conhecimento e a restauração psicofísica à população (através do contato direto com ambientes preservados como este), assim como a educação ambiental.

Além disso, pelo fato da Lagoa do São Bento se situar a apenas algumas centenas de metros dos limites do Parque Estadual da Serra da Tiririca e do Monumento Natural da Pedra de Itaocaia, ela integra um mosaico de áreas que protegem remanescentes florestais fundamentais para a preservação da natureza e a garantia da qualidade de vida da população.

Por fim, a criação desta unidade de conservação também protegerá a Lagoa do Barroco de intervenções descaracterizadoras, como a que aconteceu entre os dias 25 de maio e 12 de junho de 2018, quando máquinas da própria prefeitura destruíram grande parte do entorno deste corpo hídrico.