Aprovação urgente! É preciso renda emergencial para pessoas com deficiência

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


As consequências da pandemia da covid-19 não está fácil para ninguém e, inevitavelmente, se estenderá por mais tempo no Brasil. Como uma das saídas, o governo aprovou o auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família, mães chefes de família e trabalhadores informais. No entanto, a população com deficiência ficou de fora!

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 45 milhões de brasileiros têm algum tipo de deficiência. Na cidade de São Paulo são 1 milhão de pessoas. Diante da crise que vivemos, a situação se agrava às PCDs, que cotidianamente já enfrentavam diversos obstáculos.

É preciso que haja a aprovação imediata do projeto de lei (PL) 267/2020, do vereador Toninho Vespoli (PSOL), que cria o benefício de 1 (um) salário mínimo a cada pessoa com deficiência acometida pela covid-19, durante a vigência da declaração de emergência em saúde pública e por mais 03 (três) meses após a sua cessação.

As pessoas com deficiência podem ter mais chances de se infectar pelo novo coronavírus. De acordo com a OMS, quanto mais limitada a locomoção e quanto maior a necessidade de cuidado, mais exposta à covid-19 estará a pessoa. Os riscos são tão grandes que motivaram a ONU (Organização das Nações Unidas) a lançar um apelo mundial para que elas sejam incluídas nas ações de recuperação e resposta à crise.

O poder público precisa se responsabilizar por aqueles que têm direito à mais cuidados. Por isso queremos a aprovação imediata do PL 267/2020!

Veja aqui o Projeto de Lei protocolado na CMSP