Precisamos de respostas e exigimos #JustiçaPorBrunoEDom! A mobilização não irá parar!

Precisamos de respostas e exigimos #JustiçaPorBrunoEDom! A mobilização não irá parar!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 50.000!
Com 50.000 assinaturas, esta petição se torna uma das mais assinadas na Change.org!
Jorge Bodanzky e Denis Burgierman criou este abaixo-assinado para pressionar PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA e

PORTUGUÊS | ENGLISH

Depois de dias de mobilização nacional e internacional, a angústia pela lentidão das buscas do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips deram lugar à dor e à revolta pelo crime bárbaro que aconteceu. A Polícia Federal (PF) no Amazonas prendeu até agora três suspeitos pelo envolvimento no duplo homicídio: Amarildo da Costa Oliveira, conhecido como “Pelado”, o irmão de Amarildo, Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como “Dos Santos” e Jefferson da Silva Lima, conhecido como "Pelado da Dinha". Segundo a PF, novas prisões ainda podem acontecer. As investigações precisam continuar!

Enquanto o mundo cobrava agilidade, urgência e mais esforços das autoridades brasileiras para localizar e buscar a dupla, o que vimos foi a inação daqueles que deveriam estar empenhados na elucidação do desaparecimento. O Presidente Jair Bolsonaro chegou a fazer o uso de uma retórica para culpabilizar as vítimas pelo fato ocorrido, “Esse inglês era mal visto na região porque fazia muita matéria contra garimpeiros, questão ambiental…” disse em entrevista.

Desde o primeiro momento, mais de 100 indígenas de 5 etnias (Marubos, Maiurunas, Matis, Kulinas e Kanamaris) começaram as buscas de Bruno e Dom, seus aliados. A ausência do estado brasileiro na região do Vale do Javari ganha mais um capítulo vergonhoso na história. O Brasil é o 4º país que mais mata ativistas ambientais, segundo relatório da ONG Global Witness. São várias as ameaças que aqueles que protegem o meio ambiente e os povos que nele vivem enfrentam. ISSO PRECISA PARAR IMEDIATAMENTE!

A resposta lenta e inadequada das autoridades gerou suspeitas de conivência por parte de quem tem a obrigação de zelar pela segurança do território brasileiro. E aumentam a angústia e tristeza de quem aguarda por justiça, num momento trágico da Amazônia, em meio à destruição da floresta e ameaças contra indígenas, indigenistas, jornalistas e outros povos da floresta.

O assassinato de Bruno e Dom não pode ficar impune e muitas respostas ainda precisam ser fornecidas pelas autoridades brasileiras. Nós exigimos, portanto

a) que todos os culpados, intelectuais e mandantes, sejam identificados, julgados e responsabilizados com celeridade. Doa a quem doer!

b) que as advogadas das famílias das vítimas tenham acesso às informações sobre as investigações, fato negado até aqui.

POR JUSTIÇA, SEGUIMOS!

Assine e compartilhe por #JustiçaPorBrunoEDom

Jorge e Denis

Obs: petição atualizada em 16.06

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 50.000!
Com 50.000 assinaturas, esta petição se torna uma das mais assinadas na Change.org!