Revitalização Praça e Construção Pet Place

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Revitalização da Praça Caiçara e Construção do Pet Place.

ABAIXO-ASSINADO DOS MORADORES E SÍNDICOS DO BAIRRO ITACORUBI PARA REVITALIZAÇÃO, MELHORIAS E INCLUSÃO SOCIAL DA PRAÇA CAIÇARA


Primeiramente, destaca-se que o presente ABAIXO-ASSINADO foi idealizado e redigido por um grupo de moradores do bairro Itacorubi, os quais por utilizarem diariamente os espaços públicos da Praça Caiçara - localizada entre as Rodovias Amaro Antônio Vieira e Admar Gonzaga -, aperceberam-se da necessidade de que algumas melhorias sejam implementadas, a fim de garantir o bem-estar de todos. Além de questões relacionadas à segurança dos usuários, também colacionam-se abaixo algumas demandas que se mostram imprescindíveis para a manutenção da Praça Caiçara e para a criação de um espaço mais democrático e inclusivo.


EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS DO PRESENTE ABAIXO-ASSINADO:

A Praça Caiçara é utilizada por grande parte da comunidade local, tanto por crianças, quanto por adultos e tutores de animais. A referida praça conta com uma quadra poliesportiva em deplorável estado de conservação, um campo de futebol subutilizado, um espaço para aparelhos de ginástica ao ar livre, um parquinho para as crianças e uma área arborizada.

Assim, com o apoio dos demais moradores, dos Síndicos dos Condomínios e da Associação de Bairro do Itacorubi (ABI), viemos através do presente documento manifestar nossa irresignação com a atual situação da Praça Caiçara, pleiteando, assim, as melhorias e adequações nos espaços públicos do local, conforme relacionado abaixo:


- QUADRA POLIESPORTIVA: além do gradil que delimita o espaço da quadra estar bastante danificado, com largos vãos decorrentes da destruição das grades, as traves de gol estão extremamente danificadas, colocando todos os usuários do espaço – que são, principalmente, crianças e adolescentes -, em considerável risco de acidentes.

- CAMPO DE FUTEBOL – GRAMADO: o grande campo de futebol da Praça Caiçara sofre alagações constantes em épocas de chuvas. A falta de drenagem eficiente do local, inviabiliza a utilização do espaço por muitos dias após a ocorrência de alguma chuva forte, além de gerar acúmulo de água parada por longos períodos. Além disso, o campo é desnivelado e subutilizado para atividades esportivas ou de entretenimento.

Atualmente, por falta de um espaço adequado, o gramado tem sido utilizado por tutores de cães do bairro, que se reúnem diariamente para interagir entre si e para assegurar a prática de atividades físicas e sociais necessárias na rotina de um cão que vive em apartamento. De forma geral, cerca de 50 (cinquenta) tutores utilizam o espaço com seus pets.

- EQUIPAMENTOS DE GINÁSTICA: recentemente, todos os equipamentos de ginástica ao ar livre foram retirados da praça, sem que qualquer morador, síndico ou membro da ABI tenha sido cientificado de quando os mesmos serão recolocados. Gize-se que a academia ao ar livre é bastante utilizada por idosos e profissionais de educação física para promoção de bem-estar, saúde e entretenimento entre os seus usuários.

Neste ponto, destaca-se que se tem a informação de que o responsável pelos equipamentos em apreço é a Fundação Municipal de Esportes. Além disso, sabe-se que a praça é utilizada em um projeto de atividades físicas para a terceira idade, o qual foi idealizado pela Unidade de Saúde do Bairro. Por tais razões, não só se mostra relevante a informação de quando serão reinstalados os equipamentos, como também se denota a importância de que sejam habitualmente mantidos em bom estado de conservação e consertados na ocorrência de eventuais danos que inviabilizem o seu uso.

- PARQUINHO INFANTIL: recentemente, observou-se que uma empresa privada tem realizado melhorias nos brinquedos que estão no parquinho das crianças. As grades do entorno e os brinquedos das crianças já foram reerguidas e consertados, respectivamente.

- ÁREA ARBORIZADA: subsiste a informação de que o espaço verde é mantido por um grupo de empresários. Há bastante sombra, alguns banquinhos para os cidadãos utilizarem, sendo um espaço bastante agradável, porém, pouco iluminado.

Além dos apontamentos realizados acima, importante ressaltar a necessidade de que mais segurança seja garantida aos frequentadores da praça. Entende-se que, para tanto, seja necessária não só uma revitalização dos espaços, com a instalação de mais pontos de iluminação, como também a manutenção da limpeza dos terrenos, sem o depósito de folhas e matérias orgânicas após a poda de árvores e/ou o corte da grama da praça. Além de evitar o acúmulo de lixo, tais medidas garantem a redução da ocorrência de mosquitos e outros vetores de transmissão de doenças.

A inclusão de todos os moradores do bairro Itacorubi – abarcando-se crianças, adultos e idosos -, porém, ultrapassa a seara da revitalização e das melhorias indicadas, sendo imperativa a designação e construção de um espaço próprio para que os tutores possam levar seus cães. A realidade de quase todos os lares brasileiros, hoje, inclui um animal de estimação. E, por residir-se precipuamente em apartamentos, a possibilidade de levar o animal para passear em uma praça higienizada e segura, com um espaço próprio para que os cães também possam ser soltos para interagirem entre si, está intrinsecamente ligada ao bem-estar dos próprios cidadãos. Aproveitar momentos com os amigos da comunidade, levando seus animais para realizarem atividades que lhes garantam saúde e bem-estar, torna os indivíduos mais unidos e engajados para manutenção e preservação dos espaços públicos dos quais usufruem.

PLEITOS DA COMUNIDADE:

Expostas as razões e justificativas que dão azo à criação e veiculação do presente ABAIXO-ASSINADO, postula-se o seguinte:

1) Revitalização e realização de melhorias nos espaços de uso comum, com instalação de novos pontos de iluminação e a manutenção da limpeza e da salubridade dos entornos da praça;

2) Reforma da quadra poliesportiva, com a melhoria do gradil do espaço e substituição imediata das traves de gol;

3) Realização de um acompanhamento profissional junto ao campo de futebol gramado, com a confecção de um estudo/projeto, a fim de que se solucione o problema de drenagem do espaço em dias de chuva;

4) Colocação de mais lixeiras ao longo da praça, para evitar o acúmulo de lixo nos espaços públicos;

5) Esclarecimentos sobre a recolocação dos aparelhos de ginástica, tendo em vista sua retirada sem que qualquer representante oficial da comunidade tivesse sido cientificado sobre o assunto;

6) Realização de um estudo de viabilidade, com a designação e construção de um local apropriado e em dimensões adequadas para os cães e seus tutores (não inferior a 400m²), conforme autoriza e predispõe o Art. 75-B , da Lei Municipal n. 1.224/1974 (Código de Posturas de Florianópolis). A construção de um pet place, visa garantir a segurança das pessoas e dos animais, bem como promover a inclusão e o bem-estar de todos os envolvidos.

Certos da compreensão e do suporte a ser dado à comunidade acima qualificada, agradecemos.