Pelo FIM das cotas máximas para novos doadores de medula óssea no Brasil!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 150.000!


Me chamo Rafaela, sou brasileira, mãe, escritora e venho te pedir ajuda. Você sabia que os hemocentros no Brasil possuem uma cota de cadastro para doação de medula óssea? Se essa cota for atingida, eles ENCERRAM o cadastro de novos doadores!

A chance de encontrar um doador compatível é de 1 em 100 mil, além disso, apenas em 2018, tivemos 21.600 novos casos de leucemia no Brasil. Milhares de pessoas dependem dessas doações e já é muito difícil convencer a população a doar.

Fui sensibilizada pela história de uma mãe em Santa Catarina que fez campanha para salvar seu filho que dependia de transplante para curar uma doença rara. As pessoas da cidade foram doar e... não conseguiram, pois, a cota havia sido preenchida!

Abracei a causa e procurei uma resposta do REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea), eles me explicaram que cada hemocentro recebe sua cota e só possuem recursos para aquele determinado número de doações, nada mais! Pesquisei e encontrei uma nota da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) que tratava a medida como ilegal, antes mesmo do acontecido com a família de SC.

Enquanto alguns países, como os EUA, facilitam e enviam kit para os novos doadores em casa, o Brasil ainda torna o processo burocrático e limitado, colocando muitas vidas em jogo. Assine e compartilhe esse abaixo-assinado, precisamos lutar!