Pelo fim da aposentadoria especial de deputados

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000.000!

Maria de Fátima Ricci dos Santos
Maria de Fátima Ricci dos Santos assinou este abaixo-assinado

A nova proposta da Reforma da Previdência propõe o fim do regime especial de aposentadoria para deputados, fixando um teto de INSS em R$ 5,8 mil, além de contribuição mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres. Caso queiram se aposentar antes, deverão pagar 30% de “pedágio” pelo tempo que falta para se aposentar.

Atualmente, 499 ex-deputados usufruem da aposentadoria especial, o que custa R$ 7,18 milhões por mês aos cofres públicos. Destes, 433 estão vinculados ao IPC (Instituto de Previdência dos Congressistas). O IPC foi extinto em 1999, mas a fatia prevista para cobri-lo no Orçamento da União em 2019 é de mais de R$ 160 milhões, somando repasses a ex-deputados e ex-senadores.

A média de aposentadoria desses 499 deputados é de R$ 14,3 mil por mês. Não para por aí, no modelo atual, é possível que os deputados recebam mais de R$ 33 mil por mês na aposentadoria, já que cada ano de trabalho representa 1/35 do salário. Para senadores, bastam 8 anos de trabalho para garantir R$ 7.717 de aposentadoria.

Assine para apoiarmos o fim da aposentadoria especial para esses políticos, os colocando nas mesmas regras do trabalhador comum!