Pela expulsão de Ricardo Salles do Partido NOVO

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


Sou um filiado do Partido Novo, e, como tal, prezo pelos princípios e valores do partido. Acredito que Ricardo Salles estar destruindo o meio ambiente traz muitas críticas desnecessárias pro partido. João Amoêdo já declarou (em entrevista ao Valor) que "o Novo nunca foi perguntado pelo ministro sobre nenhum assunto, nunca foi sondado para nada" e, portanto, não é um ministro do Partido Novo, mas sim um ministro do Governo Bolsonaro, e portanto não recebe o aparato do partido nos serviços do ministério.

O trabalho de Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente é tristemente marcado por um afronta ao que ele deveria defender, o meio ambiente. Suas políticas de descaso com o meio ambiente fazem o Ministério da Agricultura parecer até ambientalista.

Isso, ao meu ver, suja a imagem do Partido Novo, mesmo sem o dedo do partido na gestão do ministro. No entanto, o ministro parece não entender e nem pregar alguns dos valores, dispostos no site do partido, e disponíveis através do link: Valores do Partido Novo

  1. Com relação à liberdade com responsabilidade, onde está a responsabilidade em um alto índice de desmatamento, na provocação de um possível colapso ambiental e no flerte com a destruição do ecossistema de uma das maiores florestas do mundo? Neste ponto, há muita liberdade e pouca responsabilidade. Um caminho mais responsável seria incentivar a geração de tecnologias que permitissem um desenvolvimento com um menor impacto no meio ambiente, não nos levando para um colapso ambiental. Mas ele parece não se preocupar com isso.
  2. Agora pensando no valor que preza pela visão de longo prazo, onde que desmatar as florestas e promover um desmonte ambiental vai gerar algo bom a longo prazo? Ele pode até argumentar que utilização dos nossos recursos naturais ocasiona a geração de riquezas e o desenvolvimento ao longo prazo. No entanto, o que aponto é o medo, não somente meu, em não termos a oportunidade de chegarmos no sonhado longo prazo, ocasionando um colapso mundial no meio do caminho. Não poderemos ser uma grande economia no futuro se não houver futuro para nenhum de nós viver.
  3. De forma a não ferir nenhum valor, mas uma regra do partido, o homem citado nesta petição é condenado por crimes ambientais (quem diria, não é mesmo? e no ministério do meio ambiente!) e, portanto, rasura a regra de que todos os filiados e mandatários sejam ficha limpa.

Dessa forma, repudio e repilo as políticas ambientais de Ricardo Salles, e sua forma psicopática de conduzir um ministério que deveria ser guardião do verde presente em nossa bandeira.

Você também acredita que devemos guardar o meio ambiente?
Também acredita que Ricardo Salles deve, ou mudar de postura, ou de partido?
Então assine essa petição e vamos fazer uma renovação de fato na política e na prática brasileira, sem comprometer nosso futuro.

Ressalto: meu problema não é pessoal com Ricardo Salles, mas apenas com a sua estadia no Partido Novo e com suas políticas de descaso com o meio ambiente.

Eu, Jessé de Oliveira, filiado do Partido Novo no Rio Grande do Sul, assim como uma ala mais preocupada com as políticas ambientais e com o diálogo (coisa que o ministro parece esquecer ou desprezar) não aceito que um homem que faça tamanho mal ao meio ambiente continue trazendo essa carga anti-ambiental para um partido que pode advogar seus princípios (com os quais eu já argumentei que o ministro parece não estar de acordo) sem comprometer o futuro da nação e do mundo.