Pare a captura e caça de golfinhos em Taiji - Japão

Pare a captura e caça de golfinhos em Taiji - Japão

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!

VIVA Instituto Verde Azul criou este abaixo-assinado para pressionar Kuwana Ryosuke (Cônsul Geral do Japão em São Paulo)

O que acontece todo ano em Taiji, e nínguem vê.
É permitido pelo governo.
Você financia, sem muitas vezes saber, quando vai a aquários e parques marinhos.
É um massacre.
 
Todo ano, numa pequena baía do Japão, em Taiji, grupos de “pescadores” se unem para matar e capturar golfinhos de várias espécies.
 
Diversas lanchas conduzem os grupos familiares de golfinhos a uma pequena baía. Lá encurralados, mães são separadas de seus filhotes, e brutalmente mortas, assim como o resto da família.

Os mais jovens e atraentes são negociados no mercado paralelo da indústria do cativeiro.

Um golfinho treinado chega a valer mais de 100 mil dólares!

Os outros, mortos, são vendidos como alimento para a população japonesa. Em média 2 mil golfinhos são mortos todo ano.
 
O governo do Japão alega que o consumo de carne de golfinho é cultural.
 
Nós dizemos que a população japonesa está sendo explorada, pelo jogo de ganância dos pescadores e do governo, que cometem crimes ambientais, e mantêm a população “no escuro”, visando apenas lucro. Carne de golfinho não é algo tão comum no Japão, como você deve estar imaginando. A maior parte da população não a consome. Eliminando a desculpa do governo de que esse hábito é cultural e afirmando que há interesses puramente econômicos por detrás dessa carnificina.
 
ONGs e cientistas japoneses já detectaram que a carne é rica em substâncias tóxicas e imprópria para consumo humano. Mesmo assim, continua a ser vendida.
 
Todo dia primeiro de setembro, abre-se a temporada de caça em Taiji. O que acontece a partir daí, é barbárie em seu nível mais primitivo.
 
Vale lembrar, que os golfinhos, assim como nós, são seres sencientes, que se organizam em grupos familiares, mantêm relações sociais, possuem a habilidade de comunicação. E são extremamente inteligentes.
 
A dor para eles é brutal. O pânico, o desespero é evidente nas filmagens.
 
Pedimos a vocês, que divulguem essa mensagem, assistam aos documentários
The Cove e Blackfish. Incentivem seus amigos e familiares a assistirem também. Assinem à petições online em favor dos golfinhos de Taiji, e jamais comprem um ingresso para parques como o Seaworld e Marineland.
 
A humanidade vive em constante evolução, já não somos os mesmos seres primitivos que um dia fomos. Hoje temos uma maior consciência, e paralelamente, dados científicos comprovam que o que estamos fazendo deteriora o planeta, nosso meio ambiente. Estamos diante de um cenário, onde golfinhos vivem diversas ameaças e suas populações podem se extinguir, causando um enorme desequilíbrio no ecossistema e gerando um efeito em cadeia que impactara até a nós, seres humanos.
 
No site do Dolphin Project existem várias petições, porém o VIVA criou essa nova petição, com o objetivo de encaminha-la ao Cônsul-Geral do Japão em São Paulo, Kuwana Ryosuke.

Saiba mais em:                                                                                                                          
www.dolphinproject.net
www.emptythetanks.org 
www.viva.bio.br

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!