Contra o fim das Bandas de músicas, civis e militares.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


```*A DIZIMAÇÃO DA MAIOR CULTURA MUSICAL DO BRASIL!!!*```

2018 finda como o ano em que as banda de música começam a ser exterminadas em um país cuja tradição musical (luta para sobreviver). Como se não bastasse o sucateamento das centenárias bandas interioranas, que tanto contribuem, "silenciosamente", para a inclusão social no Brasil,os quartéis, guardiões das tradições de bandas de música, agora estão dando sua contribuição maléfica para a desvalorização cultural das bandas.

Cinco das principais Bandas da Força Aérea Brasileira deixaram de existir, simplesmente por uma concepção individualizada de um superior.

Essa atitude vai contra a própria história do país, onde todo o florescimento musical das bandas começa a surgir com a chegada da família Real no Brasil trazendo consigo uma banda de música a qual veio a se tornar a 1° Banda de Música Militar do país (Banda de Música do Corpo de Fuzileiros Navais - RJ).

A extinção das Bandas de Música de Salvador, Fortaleza, Florianópolis, Porto Velho e Boa Vista, não somente acaba com uma banda militar, mas principalmente com uma forte tradição, uma interação social, vários empregos e mata o sonho de muitos jovens brasileiros que almejam ser um militar através da música.

Em uma sociedade comprometida com a violência, as bandas de música tem um papel social gigantesco por encurtar o contato com a sociedade civil, além de contribuir com suas apresentações nos principais eventos cívicos fascinando crianças e adultos.

Nesta decisão são mais de 200 empregos diretos que deixam de existir, uma estabilidade que mudou e mudaria a vida de muitas famílias principalmente no momento em que o país concentra mais de 15 milhões de desempregados.

Durante mais de um século fazer parte de uma banda de música militar é o sonho de muitos meninos pobres das cidades interioranas, aquela bandinha que foi criada nos moldes militar e sobrevive a troncos e barrancos, até hoje alimenta o desejo e o sonho em se tornar um musico profissional.

Por fim perde-se a cultura e a tradição musical mais importante do nosso país, o Brasil sempre teve a Banda de música brasileira militar e civil como suporte para socializar, educar, empregar, produzir conhecimento, criar sonhos dentre outras possibilidades, mas simplesmente por uma decisão individualizada e brutal essa tradição histórica começa a ser exterminada.

*Texto:* Fabio Carmo Placido Santos.



Hoje: Estevam Vieira de Santana Junior está contando com você!

Estevam Vieira de Santana Junior Estevam Vieira precisa do seu apoio na petição «Os músicos profissionais e toda sociedade.: Contra o fim das Bandas de músicas, civis e militares.». Junte-se agora a Estevam Vieira de Santana Junior e mais 876 apoiadores.