Reabertura dos SALÕES DE BELEZA, BARBEARIAS, CLÍNICAS DE ESTÉTICA e DEPILAÇÃO-LONDRINA/PR

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


O município de Londrina/PR adotou e desenvolveu inúmeras ações de combate e disseminação da COVID-19, seja através de medidas preventivas, seja através das normas e protocolos sanitários de higiene.

Com efeito, dentre as medidas do Exmo. Prefeito Municipal Marcelo Belinati, está a publicação no dia 11 de abril de 2020 do Decreto nº 458, estendendo a situação de emergência decretada no Município até 19 de abril de 2020, para todos os efeitos, bem como a publicação dos Decretos 334/2020, 346/2020, 350/2020, 361/2020, 365/2020, 375/2020, 377/2020, 382/2020, 438/2020, 439/2020, 457/2020, com vistas ao enfrentamento e combate da COVID-19.

Por sua vez, existe a expectativa de o município de Londrina/PR liberar, parcialmente, o funcionamento do comércio na cidade, a partir do dia 20/04/2020 (segunda-feira), com prováveis protocolos sanitários de higiene e limitações de fluxo de pessoas.

Em Londrina, todas as medidas adotadas pelo Prefeito aliadas ao isolamento social, no início da pandemia, surtiu e vem surtindo o efeito desejado, tornando esta curva epidemiológica mais branda e com o apoio total da comunidade e em especial do setor de BELEZA e ESTÉTICA.

Entretanto, é necessário que o novo e futuro Decreto Municipal contemple o retorno e funcionamento das atividades físicas de SALÕES DE BELEZA, BARBEARIAS, CLÍNICAS DE ESTÉTICAS e DEPILAÇÃO.

O setor de BELEZA e ESTÉTICA é composto por mais de 7000 (sete mil) profissionais espalhados pelo Município de Londrina, levando às pessoas além do bem estar e saúde mental um revigoramento do aspecto físico e psicológico, e constitui uma fonte de empregos, renda e atividade, bem como a possibilidade do setor se ajustar a nova realidade do mercado.

O retorno gradativo, ponderado e organizado possibilitará o restabelecimento da atividade econômica de todo o país, em especial da cidade de Londrina, de modo que todos os profissionais e famílias envolvidas direta e/ou indiretamente no setor de BELEZA e ESTÉTICA conseguirão obter os proventos mínimos necessários para sobrevivência e enfrentamento da COVID-19.

Diante disso, sugerimos A REABERTURA DAS ATIVIDADES FÍSICAS DOS SALÕES DE BELEZA, BARBEARIAS, CLÍNICAS DE ESTÉTICAS e DEPILAÇÃO, desde que: (i) dentro das normas e protocolos sanitários de higiene e limpeza; (ii) limitações de fluxo de pessoas; (iii) espaçamentos entre clientes; (iv) higienização dos ambientes e utensílios; (v) limitação de atendimentos; (vi) utilização de materiais descartáveis; (vii) horário de trabalho alternativo; (viii)  fixação de avisos em locais de fácil visualização, com orientações preventivas de contágio e disseminação da doença; etc., dentre tantas outras medidas que se fizerem necessárias à preservação da vida e saúde de todos, e um retorno seguro das atividades.

Por fim, com mais de um milhão de profissionais formalizados pelo Brasil, o segmento de salões de beleza, dentro do universo dos pequenos negócios, é uma das áreas mais sensíveis à crise provocada pela pandemia do novo Coronavírus, e precisa de acolhimento e apoio neste momento.