Cônjuge viúvo com a nova previdência - como ficará?

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


Sou professora aposentada pelo INSS e ainda atuo no Estado do RJ. Tenho 63 anos e sou casada com um engenheiro aposentado pelo INSS de 67 anos. Para que tenhamos uma vida regular, é preciso que juntemos nossas poucas rendas, pois são elas que nos dão condição de sobrevivência.

A minha grande preocupação é com a nova regra da  previdência em caso de morte de um dos cônjuges. No meu caso e de todos os brasileiros é que se um morrer o outro nao terá como honrar seus compromissos nem tampouco arcar com as despesas básicas.

Considerando principalmente os casais que já são idosos  e necessitam de maiores cuidados com remédios e outros recursos, como seria nessas circunstâncias mudar  sua condição social,ou seja, passar a ter de conviver com menos renda, quando deveria ser o contrário.

Peço o apoio de todos que se vêem na mesma situação ou que julgue ser uma causa justa, a fim de que sensibilize deputados, senadores e ministros e façam uma correção nas pensões de cônjuges em caso de morte de um do casal.

 



Hoje: Tânia regina está contando com você!

Tânia regina precisa do seu apoio na petição «O legislativo: Cônjuge viúvo com a nova previdência - como ficará?». Junte-se agora a Tânia regina e mais 120 apoiadores.