Juntas contra Big Mouth, nova animação da Netflix é sexista e parece incentivar o estupro.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


A recente animação da Netflix, Big Mouth, é muito bem avaliada, e querida pelo público. A série de dez episódios conta a rotina de pré-adolescentes lidando com a puberdade, esta descrição em uma sinopse pode trazer uma ideia divertida, porém, ao assistí-la, não é só esse o conteúdo que vamos consumir. 

 Com o decorrer dos episódios, é possível notar facilmente a forma como as personagens femininas são objetificadas e diminuídas. Como por exemplo, no episódio 5, em uma das cenas, uma menina sofre tentativa de assédio sexual na escola, apenas porque usava um sutiã que "aparecia demais", o personagem que tentou a agredir, alegou que "pela roupa, ela estava pedindo por isso".

 Ou até mesmo no episódio 2, onde uma das crianças é incentivada a "sentar ao lado de uma menina no ônibus, encostar a coxa, na coxa dela, e o cotovelo nos peitos dela" sendo assim, molestar, neste mesmo episódio uma das personagens sente-se extremamente humilhada apenas porque teve sua primeira menstruação.

Em outro, um menino ejaculou na roupa de uma amiga sem o consentimento da mesma.

E assim caminha o enredo da série, retratando com tom "cômico" assuntos seríssimos, e incentivando a predominância de comportamentos extremamente retrógrados em nossa sociedade. Comportamentos esses que causam imenso (e diário) sofrimento à milhares de mulheres pelo mundo todo. 

Tais temas não são, nem nunca serão passíveis de humor, há outras formas de abordar essas questões.

 

 



Hoje: J. está contando com você!

J. G. precisa do seu apoio na petição «Netflix: Juntas contra Big Mouth, nova animação da Netflix é sexista e incentiva o estupro.». Junte-se agora a J. e mais 69 apoiadores.