Escárnio Financiado pela Netflix Contra a Fé Cristã no Especial de Natal Porta dos Fundos

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Sempre fui assinante da plataforma Netflix. Mesmo sendo cristão, nunca fui preocupado com conteúdos que não sejam fundamentados nos meus valores na plataforma porquê sabemos que o foco deles não é o segmento "gospel" e eles buscam atender o máximo de público possível. Amo filmes e boas produções cinematográficas. Já assisti inclusive bons documentários cristãos na plataforma. Por ter assinado a plataforma antes de ter chegado ao Brasil, minha conta ainda era americana. Este ano que resolvi mudar o plano para o Brasil. Nesta semana, encontrei uma chamada na página principal para o "Especial de Natal". Tinha ouvido falar que o grupo Porta dos Fundos era militante do anti-cristianismo. Para minha surpresa, a Netflix usou o humor negro deles para promover da forma mais baixa possível a ofensa contra o símbolo máximo do Cristianismo, Jesus. Inicialmente pensei, bom, é só não assistir. Mas daí vieram as propagandas e vi do que se tratava: "Jesus homosexual namorado de Satanás". "Maria lésbica". Opa... pera aí, estou pagando para promoverem isto? Me senti ofendido inicialmente. GENTE! Para quem ama Jesus e é um cristão de verdade, xingar ele é como xingar sua mãe de prostituta ou seu pai de afeminado. Fui buscar informação se isto era legal, e para minha surpresa, não é. Está infringindo a lei do artigo 208 da Constituição Federal do Brasil. Finalmente decidi me pronunciar nas redes sociais como alguém que havia sido ofendido na minha crença pessoal e para minha surpresa, a equipe de Marketing oficial no Facebook começou a dizer que iria "dobrar a dose no próximo ano". Daí estamos aqui, de madrugada escrevendo este longo texto para ver se podemos juntos fazer algo a respeito. Meus objetivos são simpes:

1. A Netflix remover IMEDIATAMENTE o conteúdo; 2. Fazer um pronunciamento público se desculpando pelo ataque direto à fé cristã; 3. Servir de exemplo para que nenhum outro gigante das mídias digitais promovam tal atentado contra a fé alheia, seja ela qual for.

Preciso do MÁXIMO de assinaturas possível para movermos uma ação administrativa e caso não tenhamos resultado, movermos uma ação pública penal prevista em lei com diversos advogados cristãos já mobilizados para isto.

E se você como Cristão ainda não cancelou sua assinatura Netflix, seu dinheiro está servido para financiar tal ato e portanto penso que seu amor pela grade de programação é maior que o seu amor por Cristo. O link para cancelar é: netflix.com/cancelplan. Não precisa coragem e sim bom senso. Informe o motivo como Outros dizendo "Crime de Escárnio à fé Cristã" COMPATILHE O MAXIMO