Não deixe a AACD de Nova Iguaçu (RJ) fechar!

Já assinou 0 pessoa. Ajude a chegar a 25.000.


Meu nome é Gilcimeire Alves da Silva, tenho 39 anos sou mãe da Maria Sophia, que tem 2 anos e 4 meses. Minha filha é portadora de Mielomeningocele e Hidrocefalia.

Vim aqui contar a história da minha princesa e guerreira. Eu fiz meu pré-natal normalmente, como todas as mães fazem. Fiz ultrassonografia, entre elas, as mais importantes, como: morfológica e Dobller. Mas nessas ultras não constatou a Mielomeningocele nem a Hidrocefalia. Enfim, continuei minha vida normalmente trabalhando e cuidando de minha família. Não fazia idéia que o futuro bem próximo me traria uma surpresa.

Três dias antes da Maria Sophia nascer comecei a sentir contrações e fui para uma maternidade mas próxima da minha casa. Chegando na maternidade, fizeram todos os exames de praxe, inclusive a ultrassonografia. Aí constataram a Hidrocefalia, e eu quase surtei, pois fui pega de surpresa. Me internaram na hora.

Dois dias depois, fizeram uma cesariana e a minha guerreira nasceu. Quando a pediatra da maternidade pegou ela pra fazer os exames, outra surpresa ela me falou que a Maria Sophia tinha Mielomeningocele também, eu nem fazia idéia do que era.

Maria Sophia  foi transferida em menos de 24 horas, porque a maternidade não tinha estrutura para fazer as cirurgias. Logo após as cirurgias, minha filha ficou na UTI, e tinha uma pediatra que cuidava dela, e ela simplesmente olhou pra mim e falou que a Maria sophia não iria andar por causa da Mielomeningocele e nem falar devido a Hidrocefalia.

Depois de 49 dias, a Maria Sophia recebeu alta. Ai comecei a correr atrás dos tratamentos. Foi aí que eu conheci a AACD de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, foi ai que eu comecei a ter esperanças - a AACD mudou a minha vida , da minha filha e de toda minha família.

Minha filha começou a evoluir, minha filha com 8 meses não sentava nem rolava. Depois que começou a fazer as fisioterapias, hidroterapia e o GEP, ela deu um salto muito grande. Pois eu tinha diagnóstico que minha filha seria um vegetal, e hoje ela engatinha muito bem e fala pelos cotovelos.

Só tenho agradecer esses profissionais que trabalham com amor e carinho com nossos filhos. E hoje, graças a Deus e aos profissionais da AACD, hoje ela engatinha sim, ela fala sim mas... Mas ela ainda precisa muito dos tratamentos da AACD, não é só ela como centenas de crianças, adolescentes e adultos.

Peço ajuda a vocês: minha filha e outras crianças voltaram para a fila de espera, que só Deus sabe quando voltarão a ser atendidos - pois 10 profissionais foram demitidos da AACD.

Entre os demitidos estão: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos etc.

Acabaram com os setores de musicoterapia, psicologia, os Grupinhos etc. Também o setor dos fonoaudiólogos acabou. Nós, mães, estamos precisando de ajuda, nossos filhos dependem da AACD.

Eles estão alegando falta de verba. Precisamos de ajuda, por que do jeito que está, a AACD vai fechar.



Hoje: Gilcimeire está contando com você!

Gilcimeire Alves precisa do seu apoio na petição «Não deixe a AACD de Nova Iguaçu (RJ) fechar!». Junte-se agora a Gilcimeire e mais 24.783 apoiadores.