Cassação de Marcelo CRIVELLA por censura homofobica e censura a eventos afro e Carnaval

Cassação de Marcelo CRIVELLA por censura homofobica e censura a eventos afro e Carnaval

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!
Com 100 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Denilso Freitas criou este abaixo-assinado para pressionar Mprj

No início da tarde desta sexta-feira (6), 15 funcionários da Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP) chegaram à Bienal do Livro, que está sendo realizada no Riocentro, para identificar e lacrar livros considerados impróprios. Segundo Wolney Dias, subsecretário operacional da SEOP, que comandava a operação, trata-se de “uma vistoria em busca de material pornográfico”.


Fiscais vão à Bienal em busca de material “impróprio” após críticas de Crivella a beijo gay em HQ
Por Claudia Salgado -6 de setembro de 20191049


Eu estou em choque!! “Funcionários dizem que foram orientados a recolher títulos com temática LGBT ou que possam gerar polêmicas” – Conteúdo impróprio?? Estão loucos!??! Quão absurdo é isso????

No início da tarde desta sexta-feira (6), 15 funcionários da Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP) chegaram à Bienal do Livro, que está sendo realizada no Riocentro, para identificar e lacrar livros considerados impróprios. Segundo Wolney Dias, subsecretário operacional da SEOP, que comandava a operação, trata-se de “uma vistoria em busca de material pornográfico”.

 

Funcionários da Secretaria de Ordem Pública da Prefeitura do Rio vistoriam livros na Bienal Foto: Gabriel Paiva / O Globo
“A prefeitura tem poder de polícia para isso” disse Wolney à imprensa presente no local. “Se o material não estiver seguindo as recomendações, ele será recolhido. Estamos seguindo a orientação da procuradoria da prefeitura. Eu não entendo que haja censura. Se for material pornográfico, oferecido sem as normas, será recolhido. “

Na última quinta-feira (5), o atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, divulgou um vídeo em suas redes sociais onde solicitava a retirada de uma HQ dos Vingadores com personagens LGBTQ dos estandes da Bienal do Livro. Após a polêmica, e uma nota oficial dos organizações da Bienal comunicando que a obra não seria retirada e que o evento é plural e atende a todos os públicos, a HQ acabou se tornando tão popular que em menos de uma hora a publicação estava esgotada.

Repudiamos todo e qualquer tipo de discriminação ou censura e, como sempre, nos posicionamos à favor da liberdade de expressão e da diversidade. Se você estiver na Bienal do Livro este ano, poderá encontrar em nosso estande vários livros com temática LGBT +

Tambem burocracia q tem sido  para realiza barco de Iemanja no qual prefeito nunca contrubui.

E tambem boicoite ao carnaval.

Problema nao religião  do Prefeito. Porem ele nao sabe separa as coisas e governar para todos .

 

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!
Com 100 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!