Mandem os jogos do Santos na Libertadores no Pacaembu

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


Após 4 anos fora da competição, o Santos chegou aos mata-matas da Libertadores. Neste momento, um medo perturba os santistas: a Vila Belmiro ser usada nessas partidas. A diretoria parece propensa a mandar nossos jogos em Santos, o que, apesar do nosso carinho por nossa casa, seria catastrófico.

Há muitas razões para pensarmos assim:

  1. Os baixíssimos públicos do Santos na Vila, que têm como média 7,6 mil pagantes por jogo neste ano. No Pacaembu, a mesma média é de 29,6 mil, e com muitos não-pagantes. Ou seja, no Pacaembu um maior número de santistas teria a oportunidade de ver o time e, principalmente, o jogo teria uma atmosfera de estádio grande e lotado.
  2. A Vila Belmiro não pode, de acordo com o regulamento da Conmebol, sediar um jogo de oitavas de Libertadores. O regulamento exige uma capacidade de pelo menos 20 mil torcedores, o que a Vila não possui. O Santos utiliza um laudo fraudulento dos bombeiros que estima a capacidade em 21.360 lugares. Isso não é verdade, e faz muitos anos que o Santos não coloca à venda um número desse de ingressos na Vila. Em nenhuma final ou semifinal recente, seja de Libertadores, Copa do Brasil ou Paulista, o público chegou sequer perto desse número. Na verdade, a capacidade da Vila Belmiro é, para a CBF, de 16.068 lugares.
  3. O clube está em dificuldades financeiras, tendo terminado o primeiro semestre do ano com prejuízo de R$ 9,5 milhões. O Conselho Fiscal do clube determinou que não se pode mais contratar novos jogadores. Enquanto isso, levando em conta os torneios nacionais e estaduais, o clube arrecadou em uma só partida no Pacaembu mais do que nos 8 jogos realizados na Vila juntos. O clube não pode prescindir do dinheiro das partidas com o maior potencial arrecadatório.
  4. O regulamento atual da Conmebol exige estádios com capacidade para 30 mil pessoas nas semi-finais da competição. Ou seja, o Santos, se chegar longe na Libertadores, terá de qualquer forma de mandar suas partidas no Pacaembu. Ora, é melhor que o time esteja acostumado ao estádio em que as partidas mais decisivas e difíceis serão jogadas.
  5. O retrospecto recente do Santos na Vila não é bom. Em 2017, o aproveitamento do time em Santos é o pior deste século. Por outro lado, o time vem de 19 vitórias consecutivas no Pacaembu, recorde do estádio.
  6. A única edição recente da Libertadores vencida pelo Santos (2011) foi disputada no Pacaembu lotado, em sua maior parte. Por outro lado, em todos os outros anos (2003, 2004, 2005, 2007, 2008 e 2012) os jogos foram todos concentrados na Vila.

Como dito, nós, apaixonados pelo Santos, temos carinho pela Vila Belmiro. Mas, infelizmente, ela não é a melhor opção para o clube neste momento. Pedimos, portanto, que a diretoria escolha o Pacaembu para os jogos da Libertadores de agora em diante.



Hoje: Daniel está contando com você!

Daniel Marcondes precisa do seu apoio na petição «Modesto Roma: Mandem os jogos do Santos na Libertadores no Pacaembu». Junte-se agora a Daniel e mais 32 apoiadores.