Contra o FIM da Saúde Pública Federal no Rio de Janeiro

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 7.500!


A população fluminense irá PERDER 6 (seis) Hospitais e 2 (dois) institutos de uma só vez: Hospital da Lagoa, Hospital do Andaraí, Hospital Cardoso Fontes, Hospital de Ipanema, Hospital dos Servidores do Estado e Hospital de Bonsucesso, além dos dois institutos – INTO e INC, totalizando 8 (oito) unidades hospitalares.

Falta de aviso? Não. Sucessivos problemas de Saúde no Brasil e no mundo ocorreram de forma devastadora e refletiram no Rio de Janeiro, desta vez, as autoridades e o povo estão vendo claramente o DESMONTE do SUS, liderado por quem deveria gerir a Saúde no País, o Ministério da Saúde, com base na UNIVERSALIZAÇÃO desse direito Humano fundamental.  

O Rio de Janeiro, tendo sido Capital do País, poderia estar em uma situação muito tranquila em relação a número de leitos e instalações hospitalares, mas não está porquê o Ministério da Saúde ficou 10 anos sem realizar concurso público e hoje tem carência de 8.243 profissionais.... ruim?? Mas vai piorar e em meio a pandemia do COVID-19, uma vez que o Ministério da Saúde está deixando chegar outra situação que eliminará mais de 4.200 profissionais, os temporários, em 30 de maio de 2020, quando terminam seus contratos!!!!

Somos profissionais com anos de dedicação e altamente capacitados para o atendimento de pacientes de média e alta complexidade, que trabalhamos em unidades oncológicas, neurológicas, cardiológicas dentre outras podendo ser agora perdidos ou substituídos por profissionais “com menor custo”, não preparados para essas funções por falta de capacitação técnica.

Vamos pedir ao Ministro da Saúde, aos Deputados Federais e Senadores que revertam essa catástrofe.

 

A Saúde mais uma vez pede SOCORRO!!! Salvem a saúde Federal do Rio de Janeiro. SOS profissionais do NERJ.