Reconhecimento direto do diploma de pós graduação no exterior com financiamento brasileiro

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Ministros da Educação e C&T, façam valer o investimento feito com dinheiro público em seus pesquisadores. Entenda abaixo:

O Brasil está mais uma vez perdendo seu investimento. E a minha história e a história de muitos cientistas brasileiros. 

Em 2014 sai fazer meu doutorado na França, na Université de Lyon em Neurociência da Atividade Física. Para tanto me submeti à um processo burocrático e competitivo de bolsas da CAPES (o mesmo vale para o CNPQ). Após 4 anos finalizei meu doutorado, tendo publicado 3 artigos em revistas de bom impacto, e tendo mais 4 artigos submetidos esperando avaliação. Além do conhecimento técnico/científico adquirido em um dos melhores laboratórios da área ainda trago contatos de grandes pesquisadores os quais me aproximei. Enfim, fiz o máximo para valer o investimento feito com dinheiro público. Essa não é somente a minha história, mas a de  muitos pesquisadores brasileiros que saíram da sua zona de conforto para se tornarem mais capacitados.

O problema: Ao retornar ao Brasil nosso diploma não é automaticamente reconhecido, a Ata da Defesa de tese não é reconhecida, como é normalmente para teses defendidas no Brasil. Os professores/pesquisadores devem esperar seu diploma final ficar pronto, o que pode levar meses e até um ano dependendo da instituição extrangeira. A Ata de Defesa não é válida para o processo de reconhecimento junto as universidades públicas brasileiras. Se o pesquisador já obteve o aval do governo para realizar seus estudos em determinada instituição, tanto instituição, quanto laboratório e projeto a ser desenvolvido já foram validados e reconhecidos. Esse processo de validação só está mantendo os profissionais que se capacitaram com financiamento público longe dos melhores campos de trabalho. Esse distânciamento gera perda de  produção científica e, por consequência, perda de investimento público nas áreas bases para o desenvolvimento de qualquer setor do páis, educação e ciência.

O povo brasileiro está perdendo, pois a ciência esta sendo freada. Nos permita retribuir o investimento em nós feito.

Assim, pedimos que os diplomas de pós graduação obtidos no exterior que foram fomentados com dinheiro público brasileiro sejam automaticamente reconhecidos, pela lógica do seu ponto de partida, e por interesse público de ver seu investimento trazendo retorno. Universidades brasileiras com mais parcerias internacionais, professores e pesquisadores com experiência internacional em academias de referência.