ASSINE E APOIE O MOVIMENTO ''CONSTRUINDO LEITE BRASIL''

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


PRODUTORES DE LEITE BUSCAM APOIO PARA ABAIXO-ASSINADO QUE SERÁ ENTREGUE AO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO


Pecuaristas de leite de inúmeras regiões do país estão utilizando as redes sociais para reunir assinaturas em abaixo-assinado com a intenção de encaminhar ao presidente Jair Bolsonaro, exigindo mais investimentos e políticas econômicas voltadas ao setor.

O movimento intitulado Construindo Leite Brasil, que se mobiliza para defender os anseios da atividade leiteira, em um dos Grupos de Whatsapp, divulgou nesta manhã (31), um abaixo-assinado contendo as pautas principais do movimento, entre as mensagens postadas antes do compartilhamento do documento, podemos destacar algumas:


“Pedimos rastreabilidade para o leite importado, depois de fracionado que o leite importado também tenha no mínimo 50% do tempo de validade; isto porque leite vencendo vendem por qualquer preço”;


“Vai continuar entrando do Uruguai e Argentina leite em pó, UHT, queijo, etc. Reduzir o custo é a nossa única chance para continuar na atividade”;


“O Comércio dentro do Mercosul não tem imposto. O governo pelo acordo do Mercosul não pode, mas a tarifa externa de 28% para países fora do Mercosul pode”;


“Pedimos também a renovação da tarifa antidumping para Nova Zelândia e União Europeia”;


Além destas manifestações via Whatsapp, circulam na internet outros vídeos de depoimentos, manifestos e reivindicações.


“ESTÁ ACONTECENDO UMA REVOLUÇÃO SILENCIOSA NO LEITE”, esta foi a declaração feita pelo economista Paulo do Carmo Martins, chefe-geral da Embrapa Gado Leite, avaliando a movimentação do setor.


No cabeçalho do documento está expressa a justificativa do manifesto e a solicitação ao presidente Jair Bolsonaro para a desoneração da cadeia produtiva do leite, revisão da Lei 12.669 e inclusão do Commodity Leite a BM&F.


“Venhamos através deste manifesto, expressar o anseio dos milhares de produtores de leite do Brasil, em este governo reconhecer os danos causados pelas altas taxas tributarias (PIS, CONFINS, FGTS, INSS e FUNRURAL). Rogamos a Vossa Excelência, que o Brasil demonstre apoio aos Produtores de Leite, ressaltando a nossa preocupação quanto a posição brasileira, insistindo em não reconhecer os inegáveis prejuízos causados pela carga tributária e revisar os escapes que a Lei 12.669 proporciona as empresas de beneficiamento e comercio de laticínios.”

Fonte: Agronews Brasil, readaptado e publicado pela Seleção do Gado em Change.com