CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


MAUS POLÍTICOS E MAUS EMPRESÁRIOS QUEREM FAZER O POVO TRABALHAR ATÉ MORRER, SEM TER O DIREITO AO GOZO DA MERECIDA APOSENTADORIA. SE AS IDADES MÍNIMAS DE 65 E 62 PARA HOMENS E MULHERES, RESPECTIVAMENTE, FOREM APROVADAS NA REFORMA DA PREVIDÊNCIA, O TRABALHADOR SERÁ CONDENADO À TRABALHAR ATÉ MORRER, VISTO QUE A GRANDE MAIORIA DA POPULAÇÃO, AO ATINGIR ESSAS IDADES TRABALHANDO, POR CONTA DA VELHICE, ADOECEM E MORREM, SEM TER O DEVIDO DIREITO DE SE APOSENTAREM ANTES DE ADOECERAM. ALÉM DISSO, VISTO CARTILHA DOS AUDITORES FISCAIS FEDERAIS, A PREVIDÊNCIA NÃO É DEFICITÁRIA. O QUE OCORRE É QUE OS VALORES ARRECADADOS SÃO DESVIADOS PARA OUTROS FINS QUE NÃO DA SEGURIDADE SOCIAL DOS APOSENTADOS, FAZENDO COM QUE O SALDO TORNE-SE NEGATIVO, POR ISSO NÃO PODENDO COBRIR O PAGAMENTO DAS APOSENTADORIAS. ENTÃO, VAMOS DIZER NÃO A ESSA "REFORMA", CUJO A PROPOSTA IRRESPONSÁVEL, DAS IDADES MÍNIMAS DE 65 E 62 ANOS, PENALIZA, INJUSTAMENTE, HOMENS E MULHERES DE BOA VONTADE, QUE AO LONGO DE SUAS VIDAS, TRABALHARAM DIGNAMENTE PARA O PROGRESSO E BEM ESTAR DO BRASIL.