Pedimos uma investigação sobre o sistema de pré-matrículas do Amapá

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


No dia 29/01/2018 iniciou as 14:00hs a pré-matrícula escolar para o ano letivo 2018 através do site:
escolapublica.ap.gov.br

Acontece que o site ficou totalmente fora do ar, sendo que o GEA através de sua página no Facebook alegou em um primeiro momento instabilidade no site, depois que o site estava congestionado por excesso de acessos, e por último que houve um equipamento que deu defeito justamente as 14:00hs, em resumo, em um primeiro momento afirmaram que ninguém havia conseguido fazer as matrículas, depois, o GEA em sua página no Facebook, informar oficialmente às 19:00hs que pessoas conseguiram fazer matrículas, o que põe em dúvida a validade dessas matrículas e os meios que foram utilizados para que as mesmas tenham sido realizadas, pois o site ficou 100% offline e só voltou depois das 17:00hs já bloqueado para pré-matriculas.

Do outro lado a Prefeitura de Macapá afirma em sua página que:
"Solicitamos a compreensão de toda comunidade macapaense e ressaltamos que todas as vagas ainda continuam disponíveis e somente serão acessadas com a abertura do sistema."

Por isso, em nome de todos os pais que gastaram seu dinheiro em lan house, perderam a tarde de trabalho, de estágio, passaram um grande aborrecimento, e agora se sentem injustiçados e enganados, pedimos que o MP-AP investigue o sistema de pré-matrículas do Amapá ano letivo 2018.

Não brinquem com o estudo de nossos filhos, estamos cansados de tanta falta de respeito e queremos providências dos órgãos competentes.



Hoje: Manoel está contando com você!

Manoel Vidal precisa do seu apoio na petição «Ministério Público do Estado do Amapá: Pedimos uma investigação sobre o sistema de pré-matrículas do Amapá ano letivo 2018». Junte-se agora a Manoel e mais 92 apoiadores.