Justiça por crime de trânsito!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


No dia 19 de Outubro de 2019, um motorista embriagado INVADIU a pista, onde meu pai, Gilmar Santos De Souza, 48 anos, vinha por volta das 15:00hrs e o ATROPELOU. O motorista fugiu sem prestar socorro.

Pessoas que pararam para ajudar até o corpo de bombeiros chegar, relatou que meu pai estava jogado num terreno, próximo a pista, onde foi arremessado pelo condutor do carro fiat mobi vermelho.

No momento do acidente meu pai teve o braço e perna esquerdos dilacerados, teve perde de sangue, tecido e ossos no local e fraturou gravemente a bacia provocando hemorragia. No terceiro dia de internação na u.t.i foi preciso amputar a perna esquerda. Foram 29 dias de sofrimento, passando por várias cirurgias, até que no dia 18 de novembro, no dia em amputariam o braço esquerdo também ele veio a óbito.

Conforme o boletim da polícia, o causador da tragédia estava sob efeito de 0,73mg/l de álcool. Fugiu do local do acidente e da viatura e  por fim ainda resistiu a prisão.

Tudo que eu, meus irmãos, família e amigos queremos é justiça. Tiraram o direito do meu pai de se formar em letras, faltando tão pouco, de se casar, de ver os netinhos crescerem.

Já se passaram 7 meses sem saber como esse homem será julgado. Enquanto isso ele está em liberdade e meu foi sentenciado com a morte. E em nós restou a dor, o vazio e a saudade.

 

Por Nainy Santos, filha da vítima.