Meios de comunicação, tratem a violência que mata negros(as) no Brasil como GENOCÍDIO!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 35.000!


ALVOS DO GENOCÍDIO

Genocídio é o extermínio deliberado de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas e, por vezes, sociopolíticas. No Brasil, ele é, sobretudo, resultado do racismo que estrutura o estado e a própria sociedade, afeta a polícia, as empresas, as instituições políticas e a população como um todo.

No Brasil, os dados são alarmantes: a cada 23 minutos, um jovem negro é assassinado. Cerca de 71% das pessoas assassinadas no Brasil são negras. Pessoas negras são 2,5 vezes mais vítimas de armas de fogo do que pessoas brancas. Mais de 75% dos mortos pelas polícias brasileiras são negros. Entre 2016 e 2017, o número de quilombolas assassinados cresceu 350%. No Rio de Janeiro, entre 2012 e 2015, 71% dos ataques religiosos registrados foram contra religiões afro-brasileiras.

Quando TVs, rádios, jornais e internet noticiam o homicídio de pessoas negras como casos pontuais, deixa-se de informar o contexto e a gravidade do que temos vivido coletivamente. Genocídio é uma palavra forte. Utilizá-la é um passo importante para que a sociedade e os órgãos públicos reconheçam a realidade das pessoas negras no Brasil. E defendam que a negritude, em sua humanidade, tem direito à vida.

APOIE a campanha da Coalizão Negra por Direitos para que os veículos de mídia passem a tratar os assassinatos deliberados, diários, sistemáticos e em massa da população negra com o nome que eles têm: GENOCÍDIO. Assine este abaixo-assinado e acesse a plataforma da campanha para saber mais: https://www.alvosdogenocidio.org/