Graduação 100% presencial - Fisioterapia e Terapia Ocupacional

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


       A classe dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais brasileiros vem presenciando nos últimos anos um crescimento da utilização da modalidade semipresencial nos cursos de graduação no Brasil e neste ano, estarrecidamente presencia a autorização da abertura de cursos de graduação na modalidade 100% EAD. Concomitantemente, se comprovou uma piora no desempenho dos graduandos de ambas as áreas, o que pode ser consultado através da última avaliação nacional feita pelo ENADE, assim, como um aumento explosivo na oferta de vagas.

       Na certeza que as entidades às quais nos dirigimos realmente defendem a sociedade e por isso se preocupam com a qualidade da formação dos profissionais de Fisioterapia e Terapia Ocupacional e ainda por conseguinte zelam pelas referidas profissões, solicitamos o apoio e ajuda das mesmas declarando-se formalmente contra a utilização de qualquer percentual da carga horária da graduação destas profissões quer seja na modalidade semipresencial ou EAD. Tal solicitação vem em concordância com o posicionamento de inúmeros profissionais da classe, assim como de alunos e de pacientes.

       A formação de profissionais de saúde exige o desenvolvimento de habilidades técnicas, mas também qualidades humanísticas e biopsicossociais, como a empatia e o cuidado ao outro, o que demandam o aprendizado presencial e a troca de experiências entre pares por longos períodos.

       Queremos que se juntem a nós em favor da graduação 100% presencial nas nossas áreas. A liberação de recursos de tecnologia remota (Modalidade Ead e Modalidade Semipresencial) em qualquer percentual que substitua as aulas de tempo integral de segunda a sexta (ou a sábado), vai acarretar aumento enorme das vagas, aumento da oferta de profissionais, diminuição dos empregos e queda da média salarial. Caso esses recursos sejam usados de forma adicional, serão benvindos.

       Solicitamos das entidades que nos representam, não só um firme posicionamento  mas também uma mobilização e ação fortes  a respeito dos cursos semipresenciais.

       Como propostas de mobilização, desejamos uma campanha nacional nos meios de comunicação a exemplo de rádio, televisão, redes sociais e jornais, além do envolvimento dos diretórios acadêmicos das profissões e um enfrentamento permanente, já que as entradas em cursos superiores nos países do hemisfério norte é regulada e no Brasil não. Testes sobre esses recursos de ensino foram feitos lá, mas no Brasil não.

       Gratos e certos de vosso entendimento de que campanhas apenas contra a Modalidade EaD sem citar posicionamentos a respeito da Modalidade Semipresencial não são suficientes,

               Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais Brasileiros.

 



Hoje: Eduardo está contando com você!

Eduardo Santana Cordeiro precisa do seu apoio na petição «MEC: Graduação 100% presencial - Fisioterapia e Terapia Ocupacional». Junte-se agora a Eduardo e mais 2.743 apoiadores.