Não ao corte de R$ 72 milhões na Unicamp!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Nós - estudantes, funcionários, membros da comunidade acadêmica e da sociedade civil - abaixo-assinados viemos por meio dessa exigir a revogação dos cortes de verba aprovados. Foram R$ 72 milhões que farão falta em diversas áreas, penalizando sobretudo a área da saúde que atende a população em meio à pandemia, a pesquisa científica pública, a reposição de professores e os profissionais de apoio. O custo disso será pago não só em menos vagas, piora nos cursos, menos pesquisas mas, também, em vidas que deixarão de ser salvas durante a maior pandemia do século.

Infelizmente o reitor, que se pronunciou a favor da democracia no ano passado com uma grande assembleia universitária, parece ver hoje uma oportunidade de "passar a boiada", tendo proposto inclusive a cobrança de mensalidades na pós-graduação. Conduziu a sessão do CONSU de forma obscurantista e autoritária, com voto secreto para proteger aqueles representantes favoráveis a mais esse corte profundo na universidade, sem descartar que pode haver ainda mais cortes de acordo com as próximas revisões orçamentária da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

Não há publicidade oficial que apague essa vergonha da história, mas ainda há tempo de agir: os cortes podem ser desfeitos e a universidade pode se unir em torno da reivindicação de mais verbas, para que cumpra seu papel de excelência no atendimento à população, na formação de pesquisadores e no combate à pandemia de covid-19 e outros tantos males que afligem nosso povo. Devíamos estar debatendo mais, não menos verbas para as instituições públicas que atendem o povo e fazem ciência no país. A comunidade fará sua parte, com ou apesar da reitoria e do CONSU.

Só o orçamento público garante uma universidade do povo.