Impeça a Prefeitura do RJ de reduzir horário escolar e matriz curricular #Nem1MinutoaMenos

0 have signed. Let’s get to 2,500!


A comunidade escolar do município do Rio de Janeiro foi surpreendida com a publicação da Resolução 113 pela Secretaria Municipal de Educação, em 17 de janeiro de 2019, no Diário Oficial. A partir desta data, passou a vigorar:                 

  1. Redução de 30 minutos a UMA HORA nos turnos escolares, dependendo da unidade;   
  2.  Redução da carga horária de disciplinas como Matemática e Português; e     
  3. Inclusão de disciplinas como "Sustentabilidade Cidadã", sem informar do que tratará e qual professor ministrará.

Sou mãe de aluna de Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI), que equivale à creche e/ou pré-escola. Há colegas da minha filha que moram a cerca de 60 km do EDI, cujos pais e mães ainda precisam se deslocar para o local de trabalho.  Reduzir em UMA HORA o período escolar, prejudicará a vida da maioria das famílias atendidas. Exigirá grandes mudanças nas rotinas das crianças e de seus responsáveis, impactando negativamente nas relações de trabalho, no orçamento familiar - por nos obrigar a recorrer a transportes mais velozes e/ou conduções escolares ou terceiros para nos auxiliar, e na qualidade de vida. 

Impedir a implantação das mudanças descritas na Resolução 113 significa garantir: O direito à Educação conquistado com uma grade curricular que assegura disciplinas essenciais; A permanência na escola pelo maior tempo diário possível, proporcionando desenvolvimento pedagógico; O respeito aos educadores que precisam de tempo para almoçar e, quando atuam em duas escolas, para se deslocar de uma para outra; e O respeito à participação da comunidade escolar nos processos de elaboração de propostas, programas e políticas públicas.

Temos pressa! As aulas retornam no início de fevereiro! Com seu apoio ao assinar e ao compartilhar entre conhecidos esta demanda, certamente, a Sra. Secretária  Municipal de Educação Talma Suane e o Sr. Prefeito Marcelo Crivella repensarão e manterão os turnos e a grade escolar. 

Agradeço muito pelo apoio,

Luciana do Nascimento.