EQUIDADE NO CONTRATO EDUCACIONAL - UNIFIPA

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


          Nós, abaixo-assinados, estudantes, devidamente matriculados no Centro Universitário Padre Albino (UNIFIPA), vimos requerer que Vossa Magnificência tome ciência e realize providências para que sejam estabelecidas políticas que visem a maior equidade na relação contratual entre alunos (contratantes) e instituição de ensino (contratada). 

          Requeremos um posicionamento desta respeitável instituição para que viabilize descontos nas mensalidades pagas pelos alunos durante o período em que perdurar os decretos federais, estaduais e municipais, que impedem as aulas presenciais e o fiel cumprimento do conteúdo programático, tal como contratado. Ou, ainda, que viabilize a discussão e encontre uma solução conjunta.

          Em virtude da não realização de aulas presenciais, há evidente prejuízo para os alunos (contratantes), que, além de sofrerem com a recessão econômica, têm de cumprir fielmente com o adimplemento da mensalidade, mesmo sofrendo restrições do conteúdo programático, sem realização de aulas presenciais, práticas, laboratoriais e acesso à biblioteca, por exemplo.

          Além disso, o contrato educacional se tornou desproporcional à medida que a instituição contratada tem despesas reduzidas – que estavam englobadas no preço repassado aos alunos (contratantes) – tais como manutenção e energia elétrica.

 

          Portanto, solicitamos de V.Mag.ª o máximo empenho para solucionar esta situação.