AÇÃO POPULAR contra o aumento no preço da energia elétrica.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou em reunião pública na terça-feira (28) um reajuste médio de 37,02% nas tarifas de eletricidade dos consumidores residenciais no Amapá.

No entanto a CEA não é obrigada a efetuar o aumento. Existem outras formas de compensar o déficit da Companhia e evitar que o consumidor arque com a má gestão, como por exemplo:

- Auditoria dos possíveis desvios de receita.

- Fiscalizar os furtos de energia (gatos).

- Recadastrar os usuários e detectar quem utilize da tarifa social sem necessidade.

Com essa luta, SENHORES (AS), poderemos conter o abusivo valor cobrado nos talões de energia, que torna insustentável fazer um planejamento financeiro digno. Mas só funcionará com a participação de todos.

 



Hoje: Rafael está contando com você!

Rafael Pimentel precisa do seu apoio na petição «Justiça Federal: AÇÃO POPULAR contra o aumento no preço da energia elétrica.». Junte-se agora a Rafael e mais 946 apoiadores.