Abaixo-assinado encerrado

EM DEFESA DA CULTURA EM GOIÂNIA

Este abaixo-assinado conseguiu 77 apoiadores!


​Nós, fazedores de Arte e Cultura de Goiânia, viemos manifestar nosso profundo repúdio à nomeação do senhor Kleber Branquinho Adorno para a Secretaria Municipal de Cultura. Os artistas de Goiânia, em todas as linguagens, sabem que a combalida pasta nunca esteve entre as prioridades das gestões, com raríssimas exceções, e que seus parcos recursos, quando administrados com lisura, mal atendem uma demanda reprimida por uma história de descaso e abandono ao longo de várias gestões e, quando malversado, como foi em um passado muito recente, entre 2005 e 2012, quando o gestor era o próprio Kleber Branquinho Adorno, a Cultura sai das páginas do descaso e do abandono para protagonizar páginas policiais. Neste caso, dilapidam-se os poucos recursos da pasta em benefício de interesses pessoais, tirando a possibilidade dos fazedores de Arte e Cultura em nossa cidade terem acesso aos recursos públicos destinados a incentivar a produção artística e cultural.

 ​O período em que tivemos como titular da pasta o agora reconduzido gestor, a classe artística se viu refém de uma postura arcaica, autoritária, fisiológica, excludente e corrupta, e muitos dos fazedores de Arte e Cultura de Goiânia viram seus nomes utilizados de forma criminosa nos desvios de recursos da Secretaria de Cultura, quando foram contratadas empresas sem licitação nas quais os próprios membros da equipe e ordenadores de despesas da Secult eram os sócios proprietários. Utilizaram a metodologia, durante anos, de receber recursos públicos para realizar eventos municipais, repassando menos de 10% para remunerar artistas, e se apropriando do restante.

 Foi com muita luta, e desgastes, que a sociedade goianiense conseguiu colocar no banco dos réus, em 2012, aqueles que dilapidaram os recursos da Cultura conforme processo número 201201214321, que pode ser conferido na página da internet do Tribunal de Justiça e ainda se verificar, com o nome completo, outros processos contra essa quadrilha em que Kleber Branquinho Adorno e mais 10 pessoas de sua gestão, condenados em primeira instância, recorrem e que se beneficiam da morosidade de nossos processos judiciais, estão incursos no artigo 89 da Lei 8.666: “Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em leis, ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade” e também no artigo 288 do Código Penal Brasileiro que diz: “Associarem-se mais de três pessoas, em quadrilha ou bando, para o fim de cometer crimes”.

​Face à gravidade dos delitos continuados ao longo daqueles anos de gestão do ora novamente Secretário de Cultura de Goiânia, nós, fazedores de Arte e Cultura do município, vimos através deste manifesto, denunciar e repudiar a descabida nomeação e permanência de Kleber Branquinho Adorno pelo prefeito Iris Rezende Machado para titular da Secretaria de Cultura de nossa capital e exigimos sua imediata exoneração. Sabemos que a eleição delegou ao prefeito a capacidade de gerir a cidade e cabe a ele, legitimamente eleito através do voto popular, as decisões de sua administração, mas cabe a nós, sociedade organizada ou não, a vigilância pelo bem público e pela lisura no trato da coisa pública. Trazer de volta ao cenário da gestão pública, um elemento condenado em processo por corrupção e formação de quadrilha, que conta com a morosidade da justiça para recorrer e protelar, soa como deboche aos que lutaram décadas por Políticas Públicas para a Cultura em nossa cidade e acentua o descaso com a Arte e a Cultura de Goiânia.

 Número do processo: 201201214321 (121432-03.2012.8.09.0175)

Processo Principal: 201200723877 (72387-30.2012.809.0175)

Vítima: MG E OUTROS

Réu: KLEBER BRANQUINHO ADORNO E OUTROS

Data da Sentença: 13/03/2014

Tipo da Sentença: DECRETACAO DE PRISAO PREVENTIVA

 

 



Hoje: Movimento Cultural está contando com você!

Movimento Cultural Goiânia precisa do seu apoio na petição «Iris Rezende Machado: Fazedores de Cultura e Arte em Goiânia pede exoneração de Secretário Municipal de Cultura». Junte-se agora a Movimento Cultural e mais 76 apoiadores.