Abraham Weintraub e INEP, queremos o ADIAMENTO do ENEM 2020! #AdiaEnem

1 resposta

Abraham Weintraub e INEP, queremos o ADIAMENTO do ENEM 2020! #AdiaEnem

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 300.000!

Ingrid Silva
Ingrid Silva assinou este abaixo-assinado

Me chamo Elisa, sou estudante e meu sonho é ingressar na UFMG, no curso de Engenharia Aeroespacial. Venho me preparando para o ENEM 2020, assim como milhões de outros estudantes, cada um com seu próprio sonho. Crio este abaixo-assinado para pedir que o Ministro da Educação, Abraham Weintraub e o INEP, adiem a prova esse ano!

No dia 31/03/20, o INEP divulgou um vídeo onde Weintraub e Alexandre Lopes (presidente do INEP) anunciaram que o ENEM 2020 se manterá nas datas previstas, o que certamente irá prejudicar os candidatos, principalmente os estudantes da rede pública, já que as aulas presenciais estão paralisadas.

Atualmente, cerca de 6,6 milhões de estudantes no país não têm acesso à internet e muitos não estão recebendo as aulas em EAD. A precariedade no ensino também preocupa, já que nada substitui o professor em sala de aula e não estamos acostumados a estudar dessa maneira. Como se não bastassem as dificuldades em acompanhar o conteúdo preparatório, estamos vivendo uma pandemia e nossa saúde mental está esgotada!

Confira esses relatos de estudantes do ensino público e privado:

“Estudo em escola pública e não estamos tendo EAD. O que me afeta na aprendizagem, isso porque o ensino público no Brasil já é defasado em relação ao ensino particular. Com a falta de aula presencial, não há como aprender o restante da matéria (equivalente ao 3° ano EM) para realizar a prova do ENEM.” Juliana, 16 anos, Belo Horizonte – MG.

“Estudo em escola pública, não estamos tendo EAD, e isso me afeta em todos os planos de futuro, tenho problemas psicológicos e estou passando por momentos muito difíceis nessa pandemia.” Júlia, 17 anos, Belo Horizonte – MG.

“Estudo em escola particular e estou tendo EAD, a diferença está sendo muito grande, visto que, não temos o contato físico com o professor então as matérias ficam mais difíceis de serem entendidas com clareza, portanto, a duração das aulas aumenta e elas ficam cansativas. E se está sendo difícil para pessoas como eu, que tem privilégio de ter o EAD, imagina para pessoas que não tem o mesmo...” Cinthia, 17 anos, Rio Claro – SP.

Nosso perfil de campanha nas redes sociais foi bloqueado pelo ministro, que insiste em minimizar o impacto da pandemia e faz parecer que as condições para a realização do exame são normais! Diante disso, deixo uma questão diretamente a ele: Vossa Excelência se comprometeria a prestar o mesmo exame o qual nos submete, tendo 1 ano de preparação, sem frequentar uma escola ou ter acesso a conteúdos online?

Assine, compartilhe e participe da nossa pressão pelas redes sociais! #AdiaEnem

@adiaenem / www.adiaenem.com.br