“CHUVA E ÁGUA, SIM! ENCHENTES NÃO!”

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Aproximadamente 50 anos, moradores do Rio de Janeiro, vem sofrendo com enchentes e principalmente os moradores das ruas Vasco da Gama, Odorico Mendes e José Bonifácio especificamente.

O processo estufa e a mudança das condições climáticas que nosso planeta vem sofrendo em todos os verões (estação dos temporais) as enchentes ficam piores, e, as últimas dos verões passados, foram as piores já registrada segundo os moradores da nossa região.

Para que nossa comunidade e particularmente os moradores das Ruas Vasco da Gama e Odorico Mendes, não venham sofrer perdas de comidas, roupas, mobiliários, carros, motos e outros bens, que com muito suor dedicação e sofrimentos conquistaram no decorrer de suas vidas (fotos em anexo após uma enchente), faço este pedido de socorro “ÁGUA SIM! ENCHENTES NÃO!”  em forma de abaixo assinado ao nosso Sub-Prefeito representante de nossa comunidade.

Pela vivência de várias enchentes e reunião com engenheiros da Rio-Águas, presenciamos e analisamos que, nesta esquina quando há um temporal de mais de 20 minutos, os 16 bueiros existentes não são suficientes para absorver toda a água que desce das ruas José Bonifácio, Odorico Mendes, Menezes Vieira, Av. Dom Hélder Câmara e Honório, ou seja, todas as ruas afunilam para esta esquina, pois as folhas e lixo que vem com as águas, tampam os mesmos não permitindo o escoamento de toda água proveniente da chuva, ocorrendo assim, as enchentes.

 

Já analisamos que durante as chuvas quando os moradores vão para as ruas e retiram os lixos e folhas de cima dos bueiros, detectamos que a água desce fazendo inclusive um redemoinho, concluindo que, a galeria que passa em baixo da esquina dá vazão ao volume de água que chega com a chuva, logo, o problema está na pouca opção de absorção dos bueiros atualmente existentes.

Com isso, chegamos a conclusão que as possíveis soluções seriam:

1ª - Multiplicar o número de bueiros para aumentar a vazão e a absorção de água no pequeno espaço de tempo x chuva que ocorre nas chuvas de verão, pois com um número maior de bueiros interligados até que todos venham a ficar cobertos com lixo e folha, a chuva já teria terminado e não transbordaria água para dentro das casa e lojas.

2ª – Caso não seja possível realização da obra de colocação de mais bueiros, podemos buscar uma “possível solução” de colocar um dispositivo para o alto (tipo ralo abacaxi ) (foto e desenho em anexo de um teste com um modelo criado por um morador e testado num temporal) e deixá-lo no local durante o verão, contando com o apoio da COMLURB para não retirá-los com sua equipe de rua. Este dispositivo teria a função de não permitir que o lixo e folhas tampem os bueiros permitindo que a água desça sem problemas.

        Desde já agradecemos sua atenção e peço que analise com muito carinho esse nosso pedido.

Em nome de todos os moradores e amigos que assinaram este manifesto e confiam e acreditam no trabalho da nossa SubPrefeitura do Méier, ficamos no aguardo o seu parecer.



Hoje: Rogerio está contando com você!

Rogerio Martini Quintas precisa do seu apoio na petição «http://www.rio.rj.gov.br/web/rio-aguas: “ÁGUA SIM! ENCHENTES NÃO!”». Junte-se agora a Rogerio e mais 374 apoiadores.