Governo de SP, reserve doses da "CoronaVac" para candidatos do ENEM no grupo de risco.

Governo de SP, reserve doses da "CoronaVac" para candidatos do ENEM no grupo de risco.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!
Com 500 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Paulo Henrique Coelho Ferreira criou este abaixo-assinado para pressionar Governo do Estado de São Paulo e

O ENEM ocorrerá nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 para a versão impressa, e nos dias 31 de janeiro e 07 de fevereiro para a versão digital. Nos seus editais, preza-se pelo "distanciamento social", o "uso de máscaras" e outros protocolos para a proteção dos candidatos. Embora sejam muito positivos, não são o bastante para a proteção integral dos estudantes, principalmente aqueles que apresentam comorbidades como Diabetes, hipertensão e obesidade.  Esses candidatos, por sofrerem essas condições, encontram-se ainda mais vulneráveis ao vírus, o que poderia ser impedido visto que a vacina já estará disponível em 2021 e poderia ser acessível a essas pessoas.

Na imagem pode-se observar a aglomeração de candidatos às portas de um local de aplicação do ENEM 2019, que segue lotado desde a entrada até a sala de prova onde se prestará o exame. Acresce que serão mais de 40 pessoas em uma sala, o que contradiz todos os procedimentos adequados e indicados pela Organização Mundial da Saúde a serem obedecidos a fim de evitar o contágio. Além disso, atualmente, o distanciamento entre as pessoas já não é algo respeitado, embora no Brasil o número de casos (mais de 4,9 milhões) e mortes (mais de 145 mil) ainda estejam a crescer. Assim sendo, é difícil prever se os cenários de aglomeração vistos nos anos anteriores do ENEM não se repetirão pelo país, haja vista que, conforme dados do INEP, 5,8 milhões de pessoas estão inscritas para realizar o vestibular, o que representa não apenas um crescimento de 13,5% em relação ao ano anterior, como também um risco maior de contaminação.

Segundo o governador do estado de São Paulo, João Doria, a vacina contra o Covid-19, a "CoronaVac", desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantã é uma das "mais promissoras". O governo estadual receberá 46 mihões de doses até o fim deste ano, começando o processo de vacinação para profissionais da saúde no estado em 15 de dezembro. Além disso, há negociações em curso que podem significar o fornecimento de mais 14 milhões de doses até fevereiro de 2021, o que totaliza 60 milhões de vacinas para o estado. Isto posto, o que se propõe é que parte delas sejam destinadas aos vestibulandos de todo o país que possuam as comorbidades já citadas e outras que possam complicar um eventual quadro de COVID-19 adquirido no dia do exame.

Sabe-se que não são apenas idosos que podem desenvolver quadros severos da doença, e que aglomerações facilitam a transmissão do vírus. Milhares de estudantes estão dando o melhor de si o ano todo, enfrentando desafios para aprender principalmente através das aulas online e tentar uma vaga na universidade, algo que não é apenas o sonho de muitos, mas o futuro e desenvolvimento da nação. Estudar em casa preserva os candidatos da contaminação, mas isso não se traduzirá no dia da prova. Portanto, não é justo que, durante a realização do processo de seleção, um candidato tenha que arcar com mais uma tensão: a possibilidade de contrair esta terrível doença que já matou milhões de pessoas ao redor do mundo.

A vacina é a segurança definitiva e necessária para os candidatos do ENEM com comorbidades. Além de preservar sua integridade física, é uma garantia e alívio para a famíla saber que eles estão protegidos. Logo, é necessário indicá-los como grupo prioritário para essa vacinação desde o início. Para que isso aconteça, devemos pressionar os nossos dirigentes para que essa proposta seja efetivada, e que os anseios de muitos alunos possam se concretizar!

Foto: Candidatos aguardam abertura dos portões do Enem 2019 no Mackenzie, em São Paulo — Foto: Celso Tavares/G1
Fonte: https://g1.globo.com/educacao/enem/2019/noticia/2019/11/03/enem-2019-veja-fotos-do-1o-dia.ghtml

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!
Com 500 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!