Pedimos o fim da exploração dos Pôneis na praça do Horto de dois irmãos (CHEGA DE ABUSO E EXPLORAÇÃO) Esses animais tem de serem removidos para locais seguros onde possam viver sem exploração !

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


As centenas de pessoas que visitam, aos finais de semana, o Parque Dois Irmãos, localizado na Zona Oeste do Recife, acabam se deparando com a presença de animais, antes mesmo de cruzar os muros do zoológico. A praça Farias Neves, onde o horto está situado, passou a ser utilizada largamente como via de passagem para pôneis. Os pequenos animais, alguns deles ainda longe de atingir a fase adulta, são utilizados comercialmente, realizando passeios na área pública. Um fato grave, que chama a atenção dos frequentadores, é a exploração do trabalho infantil na área, já que dos 11 animais, encontrados pela reportagem da Folha, na manhã deste domingo (02), todos eram conduzidos por crianças, na faixa dos 10 anos de idade. “A maioria deles estão magros (os pôneis), com problemas ósseos ou de pele. Mesmo assim, são obrigados a cumprir jornadas exaustivas, faça chuva ou faça sol, sendo vítimas de pessoas desumanas que visam apenas o lucro.

A situação  foi alvo de protestos de ativistas dos direitos dos animais (ALF-PE FRENTE DE LIBERTAÇÃO E IGUALDADE ANIMAL) na última semana DIA 25, mas, apesar disso, o quadro se mantém. “A ausência de uma lei que impeça a exploração comercial dos animais gera esse estado de impunidade”, destaca os ativista. Apresentando claros sinais de cansaço, os pôneis circulam pelas laterais, área central e até pelos canteiros do equipamento público, não havendo qualquer separação entre os bancos e o espaço destinado aos pedestres. Vários deles tiveram o pelo pintado na cor rosa, em uma tentativa de conquistar o público feminino. “Já faz mais de um ano que trabalho com eles, fico aqui o dia inteiro e, as vezes nem almoço”, revela um dos garotos, de 11 anos, que não terá o nome revelado para preservar sua integridade. Ele conta que recebe um pagamento na faixa de R$ 15 pela atividade, que é comandada por dois homens (que dizem pagar entre R$ 30 e R$ 40). “Minha família é pobre e precisa da minha ajuda”, completa o menor. Na ocasião, a conversa foi rapidamente interrompida por um dos homens, que esbravejou: “Chega de papo, olha a clientela”, ordenando a imediata volta ao trabalho.

link do evento contra a exploração dos aniamiis >https://www.facebook.com/events/1414357582138754/?ref=ts&fref=ts

Este manifesto parou todas as atividades inpostas pelos exploradores para com os poneis e até o momento que os ativistas da ALF estavam no local nenhum passeio foi feito, devido a atuação dos ativistas que levaram consigo cartazes dizendo ( HOJE NÃO VAI TER PASSEIO ! NÃO TERÁ EXPLORAÇÃO ) Os exploradores amargaram os prejuizos do dia sem lucros !



Hoje: ALF Antiespecista frente de libertação animal E ALF-PE frente de libertação e igualdade animal está contando com você!

ALF Antiespecista frente de libertação animal E ALF-PE frente de libertação e igualdade animal precisa do seu apoio na petição «Governo de Pernambuco , secretário dos direitos dos animais de Recife senhor Rodrigo vidal: Pedimos o fim da exploração dos Pôneis na praça do Horto de dois irmãos (CHEGA DE ABUSO E EXPLORAÇÃO) Esses animais tem de serem removidos para locais seguros onde possam viver sem exploração !». Junte-se agora a ALF Antiespecista frente de libertação animal E ALF-PE frente de libertação e igualdade animal e mais 278 apoiadores.