Consentimento familiar sobre a doação de órgãos

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


A doação de órgãos é um problema social pouco divulgado até então. Ocorre que, doar órgãos é um ato de amor e solidariedade que pode salvar vidas, ou devolver a qualidade de vida a outras pessoas que necessitam. Logo, a doação de órgãos é um ato empático e em tempos difíceis, precisamos discutir sobre. 

Atualmente, quando alguém manifesta seu interesse expresso em doar órgãos, após o seu falecimento os seus familiares deverão autorizar a doações dos órgãos, mesmo a pessoa tendo explicitado o seu interesse, conforme o Art. 4º da lei  n° 9.434/97

A doação de órgãos é um assunto pouco discutido e divulgado, além da maioria das pessoas não terem o conhecimento da importância da doação e de quantas vidas podem salvar. Por não terem este conhecimento, muitos familiares negam a doação de órgãos (por diversos motivos: como crenças, preocupações, etc), mesmo o doador tendo manifestado interesse em doar seus órgãos.

Desta forma, com este abaixo assinado pretende-se conscientizar a sociedade sobre a importância da doação de órgãos, bem como autorizar que a doação depende apenas da autorização do doador, sem que sua família interfira nessa decisão após o seu falecimento, uma vez que sabemos que em momentos de luto as pessoas tem dificuldades de tomar decisões importantes, além de se tratar de uma decisão individual de cada um.