Sem medo de dizer Não!

Sem medo de dizer Não!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


Caros,

Resolvemos fazer uma Campanha que acolha e fortaleça a todos os professores e professoras que, neste momento, estão precisando de apoio para dizer NÃO à volta às aulas em plena pandemia.

Temos lidado com o descaso, a pressão e a falta de equilíbrio emocional das autoridades que deveriam cuidar da população.

É uma campanha que pretende fortalecer Professores e Professoras a se declararem contrários ao retorno às aulas nesse momento. 

Entendemos que os Educadores devem estar na Linha de Frente dessa chamada a toda a população, cientes de que somos nós, nas instituições escolares, que somos os responsáveis pelas crianças e jovens do sistema escolar. 

Somos nós, Educadores, que temos o dever de liderar essa Campanha. Ninguém fará isso por nós e nem deve mesmo. Já deixamos passar tempo demais, sem nos posicionarmos diante das situações que nos dizem respeito diretamente.

Essa bandeira é nossa e cabe a nós levantá-la e fazê-la visível em todos os cantos das nossas cidades. 

Campanha #semmedodedizernão!

Professores,

1.      Juntos, podemos dizer: Não ao retorno às atividades escolares em plena pandemia.

2.      Não é hora de ninguém sair do isolamento social.

3.      Só retornaremos quando houver vacina para todos: crianças, jovens e nós.

4.      Não há dilema possível: NÃO é NÃO!

5.      Não vamos discutir protocolos de retorno às aulas nesse momento. Isso não existe e nos recusamos a servir ao que não nos serve.

6.      Não daremos mais “jeitinhos” para parecer que as coisas andam bem, quando não estão nada bem.

7.      Nenhuma catástrofe econômica no mundo inteiro justifica a perda de vidas.

8.      É irresponsável e leviano forçar um retorno às aulas nesse momento.

9.      Não é hora de discutir falta de conteúdos. Não se deixem levar pelo falso argumento de que nossas crianças e jovens ‘perderão’ o ano letivo. Elas não estão perdendo coisa alguma. Estão ganhando, tendo as suas vidas protegidas e ganhando vivências para o futuro incerto que se apresenta.

10.  E, cuidado, não se apeguem a questões de aprovação/reprovação escolar, a partir desse falso ano letivo que as instituições escolares, tanto públicas quanto particulares, estão impingindo a professores e alunos, como se fosse coisa séria e decente.

Somos quatro professores da Rede Municipal de Educação da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Denise Vilardo (Língua Portuguesa)

Ana Paula de Lisboa (Língua Portuguesa)

José Henrique Azevedo (Artes)

Carlos Azevedo (História)

E essa é a nossa campanha: #semmedodedizernão!

Estamos no Facebook: https://www.facebook.com/semmedodedizernao

Obrigada pelo apoio