A NÃO eliminação das Companhias de Polícia no Estado de Minas Gerais.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


A NÃO eliminação das Companhias de Polícia no Estado de Minas Gerais.

PROBLEMA
Proposta definida pelo governo estadual

O programa "Mais Segurança" do governo estadual do Estado de Minas Gerais, gestão de Fernando Pimentel (PT), tem como intenção eliminar as estruturas físicas e fixas das companhias da PMMG recentralizando as funções dentro dos Batalhões.

Substituindo as estruturas das companhias, estarão as bases comunitárias móveis/BCM.
Dentro de cada base (veículo tipo van) estarão 2 (dois) policiais. Duas motos passarão a circular nas imediações de cada base implantada.
Não oferecerão atendimento 24h, apenas entre 6h e 2h da manhã.
Os policiais de cada companhia atualmente destinados para a parte administrativa, serão somados ao efetivo nas ruas.

CRÍTICAS PRINCIPAIS

Bases móveis deveriam ser APOIO, complementando o trabalho da estrutura física e fixa existente de cada companhia.

Estamos a favor das bases móveis, mas não nos moldes pretendidos, pois eliminar a estrutura física e fixa do policiamento da companhia da PM significa:

- Perder atendimento 24h aos cidadãos;
- Perder o contato mais próximo e direto com a equipe organizada da companhia que garante mais segurança e prestígio na relação da PM com a comunidade;
- Aumentar a vulnerabilidade dos policiais que estarão sensivelmente mais expostos sem a retaguarda da companhia;
- Diminuir o aparato real e eficaz de segurança.

DÚVIDAS PARA REFLEXÃO

- Quais são os números reais que garantam que essa mudança será viável?
- Quais foram os estudos elaborados e por qual motivo não foram apresentados para a população previamente?
-Quais foram os parâmetros para escolher as companhias que serão extintas?
- Qual é o planejamento financeiro (previsão orçamentária) dessa ação para garantir que funcionará de modo contínuo, visto que a PM sempre destaca a falta de recursos para combustível e manutenção de veículos?
- Qual será a saída caso as bases móveis não dêem certo, e já estaremos com as companhias eliminadas?
- Qual é o número real de policiais que estarão destinados a atender cada bairro, já que afirmam que aumentará o efetivo?
- Por que não farão período de transição, mantendo as companhias e as bases para percebermos como será?
- Qual é o motivo da urgência dessa ação já que pretendem implantar em agosto/17, sem análise profunda e audiências públicas?

Pelos motivos acima expostos, nós, abaixo assinados, DECLARAMOS que estamos contra a medida de extinção das companhias e exigimos que se mantenham as estruturas físicas, fixas e descentralizadas dos Batalhões, conforme temos atualmente; e pedimos que as bases móveis existam apenas como apoio das companhias de polícia no estado de Minas Gerais.

Créditos da Imagem: Vitor Maciel

Noticias:

http://www.otempo.com.br/mobile/cidades/pm-muda-estrat%C3%A9gia-e-troca-companhias-por-bases-m%C3%B3veis-1.1488473

http://www.otempo.com.br/cidades/moradores-temem-mudan%C3%A7a-1.1488892

http://www.otempo.com.br/cidades/bases-de-seguran%C3%A7a-ficar%C3%A3o-fechadas-quatro-horas-por-noite-1.1489380



Hoje: Por uma Minas está contando com você!

Por uma Minas Melhor precisa do seu apoio na petição «Governador de Minas Gerais Fernando Pimentel e Comandante Geral da PMMG Hilbert Figueiró: A NÃO eliminação das Companhias de Polícia no Estado de Minas Gerais.». Junte-se agora a Por uma Minas e mais 2.364 apoiadores.