FIM DO EXAME DE ORDEM DA OAB COM URGÊNCIA

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


      Estou impedido de trabalhar legalmente como advogado dentro das leis do Brasil que me autorizam mesmo contra a Ordem dos Advogados do Brasil, que se apoiam em uma lei deles de auto regulação, sendo criada a OAB pelo Decreto 19.408 de 1930 e teve seus estatutos aprovados pelo Decreto 20.784/1931 por influência do Ministro da Justiça Oswaldo Aranha no Governo Provisório de Getúlio Vargas e pelo Desembargador André de Faria Pereira como ”um verdadeiro milagre”, dado o fenômeno paradoxal.

      Mas em 1991, entretanto, como se tratava de “Jabuti” inserido no Decreto 19.408/1930, o mesmo decreto foi revogado pelo Decreto 11/1991, revogando a criação da Ordem dos Advogados do Brasil. Nem mesmo a Lei 8.906/94 de auto regulação pode se prestar para dizer que ela foi CRIADA pelo mesmo instituto. Esta lei regulamenta a advocacia no Brasil. Contudo, nasceu morta de pleno direito, pois nem mesmo regulamenta uma instituição EXTINTA, com atestado de óbito oficialmente publicado em todos os sites oficiais do governo.

      Trata-se de uma luta dos bacharéis em direito junto a sociedade contra o exame da ordem dos advogados do Brasil! Mas aqui, especialmente eu. Sendo que, a Ordem dos advogados do Brasil (OAB) fere o princípio constitucional da isonomia nos artigos 5º caput, artigo 5º inciso XII e no artigo 5º inciso XII todos da constituição do Brasil fundamentados nos artigos 22 inciso XVI e no artigo 209 caput da própria constituição brasileira de 1988. 

       Exame esse que fere vários tratados internacionais dos direitos do homem, ferindo o pacto de San José da costa Rica. FERE O DECRETO LEGISLATIVO 22 DE 1992 que aprovou o texto da convenção 154 da organização mundial do trabalho. (OIT) (Tratado internacional. A OAB é uma instituição sem registro de nascimento legal, pois foi extinta pelo decreto 11/1991.

       A nação que pede socorro excelentíssimo senhor presidente da república do Brasil contra a única categoria de classe, que o profissional se forma com todas as regras institucionais a cargo do Estado brasileiro e depois ser julgado pelo tribunal de exceção da OAB com um concurso chamado de exame que reprova de 80% a 90% e podendo reprovar até a metade na 2º fase.

       Ajude votando aqui a favor dos brasileiros e contra uma instituição imperialista que quer meter a colher em tudo. Arrecadam milhões e milhões sem prestar contas ao TCU. Acordamos meu povo. Colabore

 



Hoje: FIM DO EXAME DA OAB URGENTE! está contando com você!

FIM DO EXAME DA OAB URGENTE! Sérgio precisa do seu apoio na petição «FIM DO EXAME DE ORDEM DA OAB COM URGÊNCIA». Junte-se agora a FIM DO EXAME DA OAB URGENTE! e mais 904 apoiadores.