Redução das Mensalidades - IMED

Redução das Mensalidades - IMED

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Acadêmicos IMED criou este abaixo-assinado para pressionar FACULDADE IMED

Com o avanço do Covid-19 e as medidas de isolamento social na tentativa de conter a pandemia, o centro universitário (IMED) adotou o modelo de ensino a distância depois da publicação da portaria do Ministério da Educação (MEC) que autoriza, em caráter excepcional, a substituição das disciplinas presenciais por atividades online, como forma de conter a propagação do coronavírus. A maioria dos estudantes, no entanto, já não possuem as mesmas condições financeiras para arcar com as mensalidades devido as consequências geradas pela pandemia.

A pandemia de coronavírus tem afetado de forma significativa não só a saúde pública, mas também a educação e principalmente o mercado de trabalho. Isso porque, a taxa de desemprego no Brasil subiu para 12,7% atingindo 13,4 milhões de pessoas, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE 30/03/2020). Nesse contexto, o governo propôs medidas para atenuar a crise de desemprego gerada pela pandemia, nas quais se incluem a redução proporcional de salários e da jornada de trabalho.

Enquanto a instituição de ensino IMED busca se manter, os alunos e seus familiares reúnem esforços para encaixar a mensalidade no novo orçamento ora reduzido. Qualquer necessidade do aluno ou de sua família só consegue ser atendida pelo fruto do trabalho.Todos desejam ter condições de honrar com seus compromissos pagando suas contas com pontualidade a fim de não contrair dívidas. 

Logo, solicitamos, neste momento, que as autoridades competentes da instituição de ensino IMED avaliem medidas com prudência e equilíbrio para realização de um reajuste justo nos valores das mensalidade condizente ao modelo atual oferecido. Devemos ponderar que os serviços contratados diferem dos oferecidos atualmente, em:

  1. Duração: uma vez que as aulas presenciais duravam em média 3h e 30min, enquanto que aulas EAD duram apenas 45 min. Observações: houve redução da carga horário efetiva de trabalho dos docentes, e, ainda, ambas as modalidades de ensino (presencial e EAD) podem ser gravadas e reprisadas pelos alunos e suas turmas.
  2. Modalidade: os cursos que possuem aulas práticas não as ofertam nesse momento,  ao passo que os valores referentes à esses serviços, frise-se, que não estão sendo prestados, continuam sendo pagos. 
    Observação: não há se quer uma previsão de retorno das atividades devido as constantes mudanças nas decisões dos nossos governantes, pois a pandemia está apenas iniciando no Brasil .
  3. Assistência: a biblioteca, as salas de computadores, os laboratórios e as clínicas estão indisponíveis no momento, ou seja há redução significativa dos gastos com luz e água.

Dessa forma, todos os recursos financeiros investidos para custear os serviços suspensos fazem falta nesse exato momento em que a maioria dos estudantes encontram-se desempregados ou ainda possuem renda familiar reduzida.

Pedimos, portanto, a compreensão de toda a equipe da IMED, para que com um olhar de carinho frente ao cenário da pandemia colaborem oferecendo um reajuste para que os alunos se mantenham vinculados à instituição. Os recursos financeiros foram reduzidos e nenhum estudante deseja ser negativado ou inadimplente. Os alunos não pretendem renegociar dívidas de mensalidades atrasadas culminadas em multas e juros quando a situação retornar à normalidade, pois não se pode contar apenas com expectativas de melhora, expectativa de se obter um novo emprego ou de obter a renda anterior à pandemia. Precisamos de um planejamento sustentável, equilibrado para superarmos, de fato, todos JUNTOS essa fase difícil que está apenas se iniciando.

A pandemia nos trouxe uma lição de vida:
"devemos PREVENIR ao invés de remediar".



 

 

 

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!