Que os profissionais do Hupe e da PPC recebam valor máximo no adicional de insalubridade

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


Exmo. Sr. Wilson Witzel

Governador do Estado do Rio de Janeiro

 

O Sintuperj, Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Públicas Estaduais no Estado do Rio de Janeiro, vêm por meio deste abaixo-assinado reivindicar que seja aprovada uma medida que garanta o valor máximo do adicional de insalubridade para os profissionais dos serviços de saúde da UERJ (Hospital Universitário Pedro Ernesto e Policlínica Piquet Carneiro).

No atual momento vivido pela nossa sociedade, em que todos os esforços estão sendo empreendidos no combate à pandemia de COVID-19 (conhecido popularmente como Coronavírus), é necessário reconhecer a importância e a dedicação dos trabalhadores de todas as áreas ligadas à saúde que estão na linha de frente dos cuidados para a população fluminense. São médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos em enfermagem, farmacêuticos, técnicos em radiologia, fonoaudiólogos, nutricionistas, maqueiros, profissionais de serviços gerais e profissionais de muitas outras especialidades que estão colocando suas vidas em risco para impedir que a população de nosso estado seja severamente impactada com a doença e seus efeitos.

O reconhecimento da importância desses profissionais é uma constante em nossa população, que compreende a necessidade dos investimentos em saúde no Estado do Rio de Janeiro, uma das unidades federativas mais importantes do Brasil. A afirmação, por parte do Governo do Estado, de que esses profissionais precisam ser valorizados com a garantia do valor máximo do adicional de insalubridade, é uma medida efetiva que demonstra para toda a população fluminense a sensibilidade do Poder Executivo estadual diante das necessidades básicas de nosso povo. Lembrando que já existe garantia por lei de adicional de 40% (quarenta por cento) sobre o salário-base para os trabalhadores da área da saúde.

Certos que o Exmo. Governador do Estado do Rio de Janeiro reconhecerá a justeza desse pleito e da importância dos profissionais dos serviços de saúde da UERJ, subscrevemo-nos.