Radialistas do Ceará com registro já!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


 

Nós, profissionais Radialistas do Ceará recém formados, estamos sofrendo grandes transtornos e sendo impossibilitados de exercer as profissões para as quais fomos habilitados há mais de 1 ano. devido ao fato da Delegacia Regional do Trabalho (DRT) não dispor. de empresas de Tecnologia da Informação (TI) para fazer a manutenção, atualização e desenvolvimento do seu sistema operacional e, assim, fazer as alterações na nomenclatura da função de radialista como normatiza o decreto 9.329 de 4 de abril de 2018, que alterou o Anexo ao Decreto nº 84.134, de 30 de outubro de 1979, que regulamenta a Lei nº 6.615, de 16 de dezembro de 1978. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2018/Decreto/D9329.htm

CONSIDERANDO a alegação segundo a qual uma empresa antes responsável pelo sistema teve o seu contrato vencido e não realizou-se nova licitação.
E CONSIDERANDO que, por isso mesmo não estão emitindo registro profissional de radialista, cabe perguntar:
Agora como nós radialistas vamos solicitar os nossos registros profissionais?
como vamos trabalhar?
Com Tanto tempo não abriram licitação Por que?
É justo nós pagarmos, fazermos um curso e passar mais de ano sem o registro profissional?
A solução destes problemas é
1) A contratação da empresa de Tecnologia da Informação (TI) para fazer a manutenção, atualização do sistema de informação da Delegacia Regional do Trabalho (DRT). E
2) assim fazer constar as novas nomenclaturas da profissão de radialista, conforme o decreto 9.329 de 2018.
Finalmente, 3) cumpridas as diligências, proceder a liberação do sistema para a emissão de registro profissional de radialista.
REQUERIMENTOS
a) Para se fazer cumprir a contratação da empresa de (TI) buscamos a intervenção do desembargador da justiça do trabalho do Ceará para assegurar
Em nome da liberdade dos ofícios e labores prevista constitucionalmente (art. 5, XIII da Constituição Federal de 1988), a Todos nós, profissionais do rádio recém formados, é assegurado direito a ter, devidamente oficializado, o registro profissional e a poder trabalhar livremente.



Hoje: Cleiton está contando com você!

Cleiton Andrade precisa do seu apoio na petição «Exmo Sr. Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Deputado Zezinho Albuquerque: Radialistas do Ceará com registro já!». Junte-se agora a Cleiton e mais 25 apoiadores.