Cuidar de uma vida vale mais que um plantão de 80 e 50 reais.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


O nosso trabalho é " CUIDAR DE PESSOAS ", diariamente saímos de nossos lares, deixamos nossas famílias para entrarmos nos lares de outras famílias, não famílias comuns, mas famílias que passaram por um grande trauma, muitas ainda tentam se adaptar a vida de ter uma pessoas amada em um leito precisando de cuidados diários, em ter que receber um profissional da saúde para lhe ensinar a cuidar do seu ente querido, que antes não precisa de ajuda. 

Somos desafiados todos os dias, afinal, aquele lar não é uma empresa, é uma casa de pessoas que um dia tiveram uma rotina normal, então logo querem continuar com suas "vidas"; outros abandonam suas vidas para viver a vida do paciente, não sabemos qual situação é pior, só sabemos que temos que estar preparados para ambas e para muitas outras surpresas que a família do nosso paciente pode nos trazer.

Quando somos solicitados para uma cobertura de plantão, nos é informado o estado geral do paciente, não o estado emocional da família, muitas vezes encontramos familiares super protetores, não nos deixam fazer nosso trabalho; familiar que abandona o paciente aos nossos cuidados e o que fizer ta bom; familiares que nos tratam como empregados ou faxineiros, familiares que não nos deixam usar o fogão para esquentar a refeição, que acredita que devemos trabalhar 12 horas seguidas sem intervalo para o almoço, familiares agressivos, familiares em um estado emocional fragilizado, ou seja, dois pacientes, um acamado com cuidados físicos e emocionais, pois devemos dar atenção e carinho ao nosso paciente, e outro emocional, em que estamos ali para conversar, ajudar e conviver diariamente. 

Somos uma cooperativa de enfermagem, mas não é como cooperados que nos sentimos, diariamente, nos é informado e cobrado, obrigações e deveres, sob pena de perder a escala, não podemos cometer erros, pois 20 reais nós é descontado, mas se estivermos doentes e formos trabalhar, não recebemos nem obrigada da coordenação, mas não fazemos isso pela cooperativa ou pelos 50,00 ou 80,00 reais que recebemos por plantão, fazemos pelo nosso paciente. 

Estamos na linha de frente, somos nós que fazemos o trabalho mais difícil, oque de fato exige amor pela profissão. Mas ninguém vive de amor, queremos uma equiparação salarial conforme a responsabilidade do nosso trabalho. Um pedreiro não é menos ou mais importante que um técnico enfermagem, afinal ele constrói a casa, um lugar que deve ser seguro, porque pessoas vão morar ali, mas nos cuidados das pessoas, somos responsáveis em mante-las saudáveis e vivas, tudo que acontecer a elas será diretamente ligada ao técnico enfermagem, já o pedreiro não, depois da obra terminada ela não será responsabilizado por qualquer desastre da natureza que ocorra, não vai perder sua licença de exercer a profissão, porque ele nem tem, trabalha por 8 horas de segunda a sexta e ganha 120,00 R$, enquanto o técnico enfermagem precisa fazer atualizações semanais, trabalhar de segunda a segunda e feriados recebendo 50,00 R$ por plantão ou 12/36 sem direito a folga, ganhando 80,00 R$ a cada 12 horas trabalhada. Por isso pedimos:

  •   Aumento do plantão de 12 e 6 horas;
  • Recebermos dobrado em todos os feriados;
  • Finais de semanas recebermos como hora extra;
  • Uma folga por mês remunerada;
  • Depois de um ano na mesma escala ou trabalhando na Multicare, termos de 7 a 15 dias de férias remuneradas;
  • Ticket alimentação para os cooperados de 6 horas;
  • Taxa de ambiente fechado para pacientes de alta complexidade que não recebem banhos de sol diário;
  •  Diferenciação no valor do Plantão de acordo com a complexidade do paciente;
  • Bonificação para coberturas de emergências;
  • Divisão dos lucros ao final de cada ano.

Gostaríamos de enfatizar que profissionais satisfeito são profissionais felizes com seu trabalho e que se tornam cada vez mais motivados a ajudar e a colaborar com empresa, assim aumentando a satisfação do cliente no serviço prestado e com a boa propaganda, possibilidades de novas parcerias surgiram,  assim aumentando o numero de pacientes e o valor arrecado pela cooperativa, mas com um ponto muito positivo, a linha de frente querendo e estando motivada salarialmente, dificuldades enfrentadas atualmente pela empresa como furos na escala e o alto índice de solicitação de coberturas em finais de semana e em feriados será facilmente sanados, pois os profissionais terão mais motivos para não faltarem ou pedir folgas e se pedirem folgas, os demais cooperados se interessaram em cobri-las. Dessa forma a Multicare não perderá paciente por não conseguir coberturas para os técnicos de enfermagem, não sendo um fato desconhecido por nós que as empresas tem um índice relativamente alto de  rotatividade de cooperativas.

Queremos que a Multicare não só seja vista pelo bom trabalho prestado por nós cooperados que trabalham nas escalas diárias e no contato direto com o paciente, mas que seja vista pela satisfação de seus profissionais em prestar serviços a empresa, que possa ser uma cooperativa disputada para prestação de serviços de home care, e para isso não só capacitações serão necessárias e fiscalização mensal na residencia do paciente, é necessário empenho da coordenação em manter os profissionais motivados.  

 

EM BUSCA DE MAIS VALORIZAÇÃO PARA TODOS OS PROFISSIONAIS QUE PRESTAM SERVIÇOS PARA COOPERATIVAS DE ENFERMAGEM, QUE SEJAMOS TRATADOS COMO COOPERADOS, QUE TENHAMOS DIREITOS E NÃO SÓ DEVERES E OBRIGAÇÕES, QUE POSSAMOS TER VOZ E VEZ.

Estamos abertos para uma negociação, em uma reunião com alguns representantes ou todos os técnicos que se mobilizarão para confecção desse baixo assinado, ou qualquer um técnico que assim como nós, gostaríamos de ter reajustes salariais da cooperativa de enfermagem multcare,  juntamente com quem pode nos dar uma posição sobre melhorias para nossa categoria, OU SEJA, o proprietário Ney, porque até o momento presente não nós foi dado nenhum posicionamento por parte dos funcionários que atuam diretamente na sede da multcare. Desde de já agradecemos.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.