MANIFESTO EM DEFESA DA DEMOCRACIA

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Nós, professores do Instituto de Matemática e Estatística da USP, deixando de lado nossas diferenças de opinião, nos unimos neste momento para afirmar o apreço pelos valores democráticos, pelo respeito a diferenças de opiniões, de orientação afetiva e sexual, diferenças culturais, raciais e religiosas.

Como professores, praticamos o diálogo e valorizamos a liberdade de expressão. Afirmamos nosso firme compromisso com o respeito à diferença no momento exato em que, dia após dia, esses valores são ameaçados por palavras e gestos pelo candidato à presidência Jair Bolsonaro.

Enquanto esse candidato encena um teatro de violência e ódio, muitos de seus seguidores se encarregam de colocar seu discurso em prática, seja patrulhando ruas em busca de casais homoafetivos para espancar, seja gravando com canivete a suástica na pele de uma jovem por vestir uma camiseta estampada com #elenão, ou, máximo do horror, matando com doze facadas nas costas o mestre capoeira e compositor negro Moa do Katendê por ter declarado seu voto em Haddad na noite do primeiro turno das eleições.

Repudiamos a difusão de notícias falsas enviadas para milhões de eleitores por WhatsApp para forjar medos e ódios, método ilícito que desnuda seu viés antidemocrático, sua falta de compromisso com a verdade e com o respeito aos eleitores e que deturpa o principal propósito de uma eleição: de todos escolhermos juntos o que acreditamos ser melhor para nosso futuro.

Repudiamos fortemente a defesa da tortura, a covardia em sua forma mais pura, e a defesa da ditadura militar que a empregou sistematicamente.

A democracia brasileira está fragilizada e pode ser destruída por um candidato que, se eleito, levará ao centro da vida política a discriminação, a arbitrariedade e a violência. Tal ameaça não pode ser ignorada.

Votamos em diferentes candidatos no primeiro turno. Vários de nós nunca votaram em candidatos do PT e discordam de suas propostas. No entanto, estamos unidos neste segundo turno para votar no candidato que, neste momento, independentemente de partido, representa a preservação das liberdades democráticas. Votar em branco ou nulo parece-nos temerário diante de tudo que está em jogo.

Entendemos que no dia 28 de outubro seja necessário dar nosso voto ao candidato comprometido com o diálogo e com o respeito à diversidade. Esse candidato hoje é Fernando Haddad. Convidamos que votem conosco todos aqueles que compartilham dos mesmos valores, sentimentos e compromisso com o estado democrático de direito no Brasil.



Hoje: Coletivo de professores do IME-USP está contando com você!

Coletivo de professores do IME-USP precisa do seu apoio na petição «Eleitor brasileiro: MANIFESTO EM DEFESA DA DEMOCRACIA». Junte-se agora a Coletivo de professores do IME-USP e mais 433 apoiadores.