Reunião em grupo no colégio EAG

Reunião em grupo no colégio EAG

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!
Com 100 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
1 ano B criou este abaixo-assinado para pressionar Direção Geral Elizabeth Antunes Garcia Rodriguez e

É fato que estamos vivendo um cenário nunca antes imaginável em âmbito mundial, onde as mudanças de ordem global impactaram várias esferas, entre ele o sistema educacional que tem se moldado (ou tentado moldar-se) buscando a continuidade do desenvolvimento humano assim como de nossos filhos.

É também legítimo os esforços apresentados pelo colégio EAG na busca dessa adaptação e aplicação de conteúdo básico, porém, para nós mães e pais da turma do 1º ano B de 2020 esse posicionamento não tem sido satisfatório, tendo em vista o investimento financeiro aplicado por cada assinatura aqui apresentada.

Entendemos que cada professor tem sua forma de lecionar e sua competência para tal, ainda assim é de total concordância a insatisfação do ensino proposto pela escola.

Contudo, estendida a nós a responsabilidade conjunta de educar e alfabetizar nossos filhos, solicitamos reunião coletiva afim de expor apontamento relevantes na busca de uma solução cabível e satisfatória.

A seguir alguns dos pontos a ser discutido na reunião solicitada na qual acreditamos ser digna de aceite:

Professora Cris / Regular

  • Melhor preparo das aulas ao invés de lêr o material em mãos durante a explicação, buscar previamente diferentes formas de ilustrar a explicação e/ou o conteúdo.
  • Explorar melhor o conteúdo e ser assimilado de maneira mais lúdica com exemplos mais práticos e criativos.
  • Erros de pronúncia (português e gramática)
  • Falta de domínio da aula/conteúdo deixando “aulas soltas” sem um direcionamento, realçando a sensação de sua clara dificuldade com a tecnologia.
  • Falta de introdução de conteúdo (ex: cálculos, foi passado continhas de 3 casas decimais, sem antes explicar de forma clara o que é aquele número a mais ali, que existe cada casinha centena, dezena, unidade).
  • Aparenta não estar atualizada na evolução das suas crianças hoje com 6 e 7 anos de idade. Trata as mesmas como se fossem do ensino infantil. Na última aula colocou uma música da galinha pintadinha "O sapo não lava o pé", gerando indignação das próprias crianças que relataram estar ouvindo música de bebês.

Professor Alex / Inglês

  • Inglês (4 meses desenhando e escrevendo bichinhos)
  • O professor nunca responde as mensagens dos pais o que demonstra o seu descaso.
  • O conteúdo é pobre, não explorado se resumindo a desenhar e pintar bichos.
  • O professor comete erros de pronúncia do idioma, o que é considerado grave no aprendizado das crianças.
  • Quando questionado o conteúdo em videoaula o professor alegou que a coordenadora Josaine e a Bete pediram para não passar atividades de imprimir ou recortar e que jogos e vídeos são difíceis de achar na internet.

Professor Léo / Ed. Física

  • Usa o mesmo vídeo de aquecimento desde o início da pandemia
  • Os áudios não muito baixos dificultando e desmotivando a execução das aulas
  • As atividades propostas são infantilizadas e fica aparente a falta criatividade e entusiasmo na aplicação do conteúdo.

Reiteramos nossa busca por uma educação de qualidade para nossos filhos e acreditamos que juntos poderemos continuar EDUCANDO COM AMOR AS GERAÇÕES.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!
Com 100 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!