Fuvest e Uerj: mudem a data de um dos vestibulares para os estudantes poderem prestar as duas provas

Abaixo-assinado encerrado

Fuvest e Uerj: mudem a data de um dos vestibulares para os estudantes poderem prestar as duas provas

Este abaixo-assinado conseguiu 6.591 apoiadores!


Tenho 17 anos, sou estudante do 3° ano do ensino médio e meu maior sonho é ingressar em uma faculdade de qualidade. Assim como muitos da minha idade, vivo as angústias de um ano decisivo. No entanto, a USP e a Uerj, duas das melhores universidades do país, marcaram seus vestibulares para o mesmo dia (30/11), prejudicando milhares de jovens e eu entre eles. Dessa forma, ficou ainda mais difícil realizar a meta da aprovação em um grande vestibular. Essa triste coincidência de datas fará com que a gente seja obrigado escolher qual prova realizar, além de reduzir nossas chances de aprovação. Por que essa restrição? Ou eu faço a prova de São Paulo ou a do Rio? Isso não está certo e uma das universidades poderia mudar a data do vestibular. É importante dizer que os alunos não serão reembolsados pela taxa que já pagaram para fazer a prova da 1ª fase da Uerj, que ocorreu em junho. Eu e outros candidatos fizemos a 1ª fase, fomos aprovados e poderíamos disputar a 2ª fase. Mas estamos frustrados e tristes, porque não poderemos fazer a prova no dia 30/11 - temos que escolher entre o vestibular da Uerj, no qual fomos aprovados até agora, ou o da Fuvest.  Nesse sentido, acredito que é possível chegar a um acordo com as universidades sobre a mudança de data. Tal atitude sinalizaria um respeito pelos estudantes. Para reivindicar essa alteração, já temos o apoio de alunos e professores do meu colégio, mas a mobilização pode crescer ainda mais. Converse com seu professor e colegas e peça para eles divulgarem este abaixo-assinado. Queremos sensibilizar a Uerj e a Fuvest para resolver esse impasse!


Hoje: Marianna está contando com você!

Marianna Averaldo precisa do seu apoio na petição «Direção da Uerj e da Fuvest: Fuvest e Uerj: mudem a data de um dos vestibulares para os estudantes poderem prestar as duas provas». Junte-se agora a Marianna e mais 6.590 apoiadores.