Liberdade Imediata para as Crianças Brasileiras Detidas nos EUA

0 have signed. Let’s get to 200!


Mais de 50 crianças brasileiras, entre 5 e 17 anos, estão entre as milhares que foram separadas de seus pais, quando estes teriam tentado entrar ilegalmente nos Estados Unidos, nas últimas semanas. O serviço de imigração americano, baseado em uma política de tolerância zero, descumpre Direitos Humanos básicos e, além de ter separado crianças de suas famílias, chegou a colocá-las em jaulas contruídas em galpões próximos às áreas de fronteria do país. Crianças e adolescentes dormiram em colchões espalhados pelo chão, com cobertores de material plástico, garrafas de água e pacotes de salgadinhos. A maioria destas crianças, incluindo brasileiras e de outros países como Guatemala e México, não falam inglês e foram levadas para abrigos em diversos estados americanos. 

Segundo o governo americano, não há previsão de quando as crianças serão libertadas, o que dependeria de trâmites legais que decidirão a situação dos responsáveis pelos menores. Expostas à situações traumáticas como a separação de seus pais, dificuldade de comunicação e confinamento em ambientes completamente desconhecidos, crianças podem sofrer danos psicológicos, além do sofrimento causado às famílias. Por isso, devemos pressionar o Ministério das Relações Exteriores, então representado por Aloysio Nunes Ferreira Filho, e todas as autoridades brasileiras e internacionais responsáveis para que exijam do governo americano a libertação das crianças em caráter urgente. 



Today: BRADO-NYC Brazilian Resistance Against Democracy Overthrow is counting on you

BRADO-NYC Brazilian Resistance Against Democracy Overthrow needs your help with “Dezenas de crianças brasileiras estão entre as milhares que foram separadas dos pais e detidas pelo governo dos EUA em áres de fronteira do país”. Join BRADO-NYC Brazilian Resistance Against Democracy Overthrow and 121 supporters today.