Projeto de Lei de Iniciativa popular para redução de gastos públicos

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Caros cidadãos brasileiros,

Sou professor universitário e gostaria de pedir seu apoio para que possamos garantir um futuro digno para nós trabalhadores e para nossos filhos e filhas. Mais uma vez o governo, nessa tentativa de conter um movimento legítimo que é a greve dos motoristas de caminhões, está tentando transferir o ônus do corte de impostos e perdas dos investidores da Petrobrás, para o povo. O governo diz entender que a redução no preço dos combustíveis é uma iniciativa apoiada pela população e, portanto, os impactos dessa redução, da ordem de R$ 10 bilhões de reais, serão arcados por todos os contribuintes novamente. O excelentíssimo Ministro da Secretaria de Governo, Sr. Carlos Eduardo Marun, vem se pronunciando diversas vezes na mídia mostrando que o Governo não pensa em nenhum momento em cortar na própria carne para sanar os impactos dessa dívida, mas sim repassar somente ao trabalhador brasileiro, que já paga uma das cargas tributárias mais elevadas do mundo. O irônico é que várias secretarias, com status de ministério foram criadas nos últimos anos para conferir "imunidade" a pessoas de conduta no mínimo duvidosa, que estavam sendo alvo da justiça em primeira instância. Portanto, peço a assinatura dos verdadeiros cidadãos brasileiros para que criemos um projeto de lei com força popular, para forçar um corte real no custo da máquina pública. Vamos começar reduzindo o fundo partidário de 3 bilhões de reais e voltar ao antigo valor em torno de 700 milhões de reais, reduzindo assim os custos da máquina na ordem de 2 bilhões de reais. Vamos cortar em 25% a quantidade de senadores, deputados federais e deputados estaduais, com um respectivo corte de 50% no número de assessores e cargos comissionados no governo. Gostaria de ver a estimativa do impacto de uma medida assim nos gastos do governo e na dívida pública. Tenho a certeza que dessa maneira a conta fecharia facilmente e a economia realizada seria muito maior que o impacto da redução dos impostos sobre o preço dos combustíveis. Vale ressaltar que a grave situação em que o país se encontra não é culpa da greve dos caminhoneiros, mas da grave crise institucional e falência do governo devido aos atos de corrupção que vêm sendo demonstrados na mídia exaustivamente nos últimos anos. Vamos tomar uma atitude, colhendo mais de um milhão de assinaturas, para forçar a tramitação de um projeto de lei que obrigue o governo a dar o exemplo, cortando na própria carne os custos de manutenção da máquina pública, antes de repassar a conta para a população já vêm sofrendo há muitos anos para manter os privilégios de poucos que ocupam os cargos de “representação”, mas que na verdade, em sua grande maioria, estão lá para atender somente aos seus próprios interesses.



Hoje: Gustavo está contando com você!

Gustavo Siqueira precisa do seu apoio na petição «Deputados Federais: Projeto de Lei de Iniciativa popular para redução de gastos públicos». Junte-se agora a Gustavo e mais 668 apoiadores.