Voto Distrital Misto Já! #VotoPertoVotoCerto

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!

Rede Voto Perto Voto Certo
Rede Voto Perto Voto Certo assinou este abaixo-assinado

ASSINE O MANIFESTO PARA APROVARMOS UM NOVO SISTEMA PARA VOTAR MELHOR: O VOTO DISTRITAL MISTO.

Uma pauta ESSENCIAL está sendo votada agora na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados: a implementação do Voto Distrital Misto!

Está na agenda da CCJC dessa terça-feira, 11 de dezembro, o PL 9212/17, que introduz um novo jeito de votar em deputados e vereadores, para escolhermos melhor nossos representantes.

Devido a baixa mobilização social até o momento, alguns deputados conseguiram impedir a discussão dessa pauta, que já foi aprovada no Senado.

Vamos fazer nossa voz ser ouvida! Apoiamos o Voto Distrital Misto Já!

Saiba mais:

MANIFESTO

Voto Perto, Voto Certo
Não adianta mudar os jogadores, é preciso mudar as regras do jogo!

A política, ao longo da história, demonstrou ser uma das principais alavancas para alcançar o bem-estar social, a prosperidade, a garantia de direitos e o combate de desigualdades.

Contudo, essa está longe de ser a imagem que a sociedade brasileira tem sobre a política. A ineficiência, os privilégios, a corrupção, o abismo existente entre representantes e eleitos e a falta de representatividade levaram a político ao descrédito.

Para recuperar o potencial da nossa nação, tornando-a verdadeiramente uma democracia de resultados é fundamental defender não só novas figuras no jogo político, mas uma nova política.

Acreditamos em uma política feita por representantes que conheçam e vivenciem de perto a realidade da população, suas demandas, seus anseios, com legitimidade para governar.

Desejamos uma política mais barata, em que o poder econômico não seja uma barreira que faça com que sempre as mesmas pessoas se candidatem, e para que os recursos públicos sejam utilizados de maneira mais eficaz e transparente.

Queremos garantir que todos possam defender suas bandeiras participando de uma política plural.

Defendemos uma política menos corrupta, em que a principal ferramenta de combate será a fiscalização cidadã, facilitada pela aproximação de eleitores e eleitos.

O caminho para essa política passa pela mudança no sistema eleitoral: a introdução do voto distrital misto.

Dessa maneira, a Rede Voto Perto, Voto Certo: Distrital Misto Já! convoca todos para uma grande aliança cidadã de apoio à reforma eleitoral, pelo fortalecimento da democracia e pela construção de um Brasil melhor!

  • Como funciona?

O Voto Distrital Misto é o modelo eleitoral para os cargos de deputado e vereador, porque garante as virtudes do atual sistema proporcional, introduz as vantagens do sistema distrital, e mitiga as desvantagens de ambos.

No sistema do Voto Distrital Misto, os eleitores têm direito a dois votos ao escolher cada candidato a deputado e vereador: vota em nome do seu distrito (uma região específica do estado ou da cidade) e em um partido que melhor lhe represente, com uma lista predefinida de candidatos.

  • Vantagens:

O Voto Distrital misto garante clareza: o eleitor sabe exatamente quem está se elegendo com seu voto, evitando que "se leve gato por lebre"! O seu voto vai diretamente para quem você votou, sem surpresas, sem puxador de voto.

Por restringir aos distritos as campanhas que hoje são estaduais, a política barateia! Isso facilita a emergência de novas figuras e diminui a influência do poder econômico nas eleições.

O eleitor, sabendo quem o representa, pode fiscalizar e cobrar, o que fortalece a democracia e o combate a corrupção.

Como o modelo mantém a proporcionalidade, pautas transversais bandeiras ideológicas não são afetadas. Seu voto de opinião está preservado!

Como os partidos vão apresentar previamente uma lista de deputados com um programa comum, as pautas de cada legenda são fortalecidas, enfraquecendo os "partidos de aluguel" e as candidaturas contraditórias, favorecendo a governabilidade.

 

  • Quais países usam o Voto Distrital Misto?

Alemanha, Nova Zelândia, México, Itália e Hungria.