Guardas Municipais correm os mesmos riscos que Policiais Militares sim!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 10.000!


Desde a divulgação dos resultados do mortômetro de 2016, um dado em especial preocupa a Ordem dos Policiais do Brasil (OPB): o número de mortes entre os guardas municipais. A categoria ficou em terceiro lugar no ranking, com 34 profissionais mortos. Perdendo apenas para policiais militares e policiais civis.
O levantamento é um alerta para a necessidade urgente da aplicabilidade do Estatuto dos Guardas Municipais. Mostra que, enquanto profissionais de segurança, os Guardas Municipais são alvo em potencial da mesma violência sofrida pelos Policiais Militares, mas não recebem o devido reconhecimento por parte dos governantes. O Guarda Municipal é um profissional capacitado e deve ter seus direitos respeitados. Infelizmente, a categoria vem enfrentando o preconceito de muitas autoridades que ainda não despertaram para a nova realidade deles. Não existe plano de segurança eficaz sem a presença dos Guardas Municipais.

Se os Guardas Municipais atendem as mesmas ocorrências que os Policiais Militares, se morrem da mesma forma como os Policiais Militares, então correm sim os mesmos riscos que os Policiais Militares e devem ter seus direitos respeitados, então nada mais justo que sejam incluídos na Reforma da Previdência com o mesmo direito à Aposentadoria Especial!



Hoje: Paulo Celso de está contando com você!

Paulo Celso de Araújo precisa do seu apoio na petição «Deputado Arthur Maia: Guardas Municipais correm os mesmos riscos que Policiais Militares sim!». Junte-se agora a Paulo Celso de e mais 8.674 apoiadores.