Combustível mais barato 35% com redução de Tributos É possível

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 25.000!


A carga tributária sobre os combustíveis é altíssima. E, considerando, que o principal meio de escoamento de produtos no país é rodoviário, os altos preços impactam em todos os setores da economia prejudicando a população de forma indireta, e de forma direta no consumo diário, nos preços das passagens de ônibus, etc.

De acordo com o site da Petrobrás (http://www.petrobras.com.br/pt/produtos-e-servicos/composicao-de-precos-de-venda-ao-consumidor/gasolina/ acessado em 14/12/2017) cerca de 46% do valor do combustível é tributo (ICMS 29%, 17% CIDE, PIS/PASEP e COFINS).

Segundo o site da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (http://www.fecombustiveis.org.br/revendedor/tributacao/ acessado em 14/12/2017), cerca de R$0,79 do valor do litro da gasolina é somente de PIS/CONFINS. Se fizermos a dedução desse valor no litro a R$ 4,00, por exemplo,  o preço ao consumidor já reduziria para R$ 3,21 o litro.

Ainda segundo a Fecombustíveis, em Minas Gerais cerca de R$ 1,90 representa todos os tributos por litro de combustível. Deduz, a título de exemplo, dos R$ 4,00, o valor do litro da gasolina ficaria em R$2,10. No Rio de Janeiro os tributos chegam a somar R$ 2,079. 

No caso do Diesel e Etanol, a média nacional chega a cerca de R$ 1,30 por litro.

É mais do que suficiente a média de preço do litro de gasolina, por exemplo, ser de R$ 2,96.

É possível termos um preço ÉTICO E MORAL para o consumidor se a carga tributária assim o for. 

A baixa inflação é mentirosa, desse ponto de vista.

VAMOS BAIXAR O PREÇO DO COMBUSTÍVEL AO CONSUMIDOR FINAL, ISSO É JUSTO.

 

 



Hoje: N está contando com você!

N A precisa do seu apoio na petição «dep.lobbeneto@camara.gov.br: Baixar o preço da gasolina em 35% com redução de impostos». Junte-se agora a N e mais 19.116 apoiadores.