A lei é clara mas nenhum órgão responsável a cumpre.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


Bom dia Meu nome é Luiz Roberto Louzada Pires, venho expor meu caso na busca de uma solução. Possuo, desde de 1999, um Triciclo adquirido na fábrica neste mesmo ano. Em 2001 realizei a instalação, em convertedora autorizada, de Sistema de Gás Natural Veicular - GNV procedendo com a Homologação do mesmo junto ao INMETRO e DETRAN. Em 2006 houve uma resolução do CONTRAN (N°201 DE 25 DE AGOSTO DE 2006) em que no Art. 7° proibia a instalação de Gás Natural Veicular - GNV em Triciclos e outros. Á partir deste ano comecei a ter problemas para a realização das inspeções veiculares anuais do INMETRO. Ressalto que nesta mesma resolução, no Art 12, diz o seguinte: Art. 12 Fica Garantido o direito de circulação, ATÉ O SUCATEAMENTO, dos veículos que sofreram modificações antes da entrada em vigor desta resolução, desde que os seus proprietários tenham cumprido todos os requisitos exigidos para a regularização, mediante comprovação no Certificado de Registro de Veículos - CRV e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos - CRLV. Todas as regularizações de meu veículo nos CRV e CRLV foram cumpridas desde 2001. As Inspeções veiculares nos anos de 2006 à 2015 foram realizadas porém com muita dificuldade devido à rejeição do serviço de inspeção em meu veículo pelas empresas credenciadas para tal. De 2015 até o momento estou com meu veículo PARADO pois não consegui, em nenhuma das empresas credenciadas pelo INMETRO no Rio de Janeiro, realizar a inspeção veicular de 2016, 2017 e 2018. O motivo alegado por estas empresas é que estão impossibilitadas de realizar a respectiva Vistoria devido à um impedimento do sistema pelo CONTRAN. Peço a ajuda dos senhores para a solução do meu caso para que eu possa regularizar meu veículo normalmente, todos os anos, visto que estou amparado pela lei.



Hoje: Luiz Roberto está contando com você!

Luiz Roberto Louzada Pires precisa do seu apoio na petição «Denatran: A lei é clara mas nenhum órgão responsável a cumpre.». Junte-se agora a Luiz Roberto e mais 30 apoiadores.